Menu
Busca segunda, 24 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Política

Após críticas, Bolsonaro altera decreto de posse de armas

Com o recuo do governo, as ações da Taurus caíram nesta quarta-feira

22 maio 2019 - 16h35Matheus Henrique, com informações do Conjur

O presidente Jair Bolsonaro alterou, após diversas criticas e questionamentos no Judiciário, o decreto que ampliou a posse e o porte de armas. Entre as mudanças, está a proibição do porte de fuzil, espingarda ou carabina por cidadãos comuns, publicado no Diário Oficial da União, nesta quarta-feira (22).

O texto também explica que o cidadão terá acesso apenas a armas de porte, como pistolas, revólveres e garruchas, permanecendo proibido o porte de armas portáteis, como fuzis, carabinas e espingardas.

Outro ponto criticado foi sobre a prática de tiros por menores de 18 anos, desde que autorizados por um dos responsáveis. Agora, no novo texto, o tiro esportivo só poderá ser praticado a partir dos 14 anos, com a autorização de ambos os responsáveis.

O novo decreto também altera o órgão responsável por definir as regras para transporte de armas em voos. Agora, a responsabilidade volta a ser da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Segundo a Presidência, as retificações no decreto original corrigem erros meramente formais no texto original, como numeração duplicada de dispositivos e erros de pontuação, entre outros.

Para ler acessar o decreto e saber as mudanças, clique aqui.

Taurus

Com a notícia, na terça-feira (21), de que com o chamado “Decreto de Armas” do presidente Bolsonaro facilitaria o acesso à compra de fuzis a cidadãos comuns, as ações da Taurus, uma das principais representantes da indústria nacional de armas, subiu 7%. Mas, com o recuo do governo nesta quarta-feira (22), as ações caiuram 5%.

A alteração do governo muda o cenário para a Taurus, que havia informado ter uma lista de espera de 2 mil pedidos de pessoas interessadas em comprar fuzis.

Pouco antes das 11h30, as ações caíam 4,62% enquanto os papéis ON recuavam 3,26%.

Assembleia para todos - junho-19

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Bolsonaro anuncia policial militar na Secretaria-Geral da Presidência
Política
"Abro mão da reeleição se Brasil passar por reforma política", diz Bolsonaro
Política
"Foi a forma", Simone justifica voto e diz que decreto “não poderia justificar porte de arma"
Política
Modelo processual brasileiro impõe parcimônia dos juízes, diz Moro
Política
Relatório da LDO é entregue à Mesa Diretora da Câmara
Política
Nelsinho Trad convoca reunião com Mandetta para tratar de recursos para saúde
Política
Moro fala sobre conversas vazadas com Dallagnol
Política
Câmara quer retomar gratuidade da bagagem
Política
No Parlasul, Nelsinho defende Rota Bioceânica
Política
Valdir Gomes pode concorrer a prefeitura pelo PP em 2020

Mais Lidas

Polícia
Vídeo- Ao voltar de festa junina, jovens morrem em acidente de moto
Brasil
Pai encontra corpo da filha desaparecida na casa do ex-namorado
Polícia
Ex-namorado mata mulher a golpes de canivete
Polícia
Pai atira em filho por causa de cobrança de dívida e foge