Menu
Menu
Busca quarta, 17 de abril de 2024
TJMS Abril24
Política

Carlão vai cobrar "melhorias nos ônibus"

Presidente da Câmara diz que existe um "acordo verbal" com o Consórcio Guaicurus compensando ISSQN

23 março 2023 - 14h45Sarah Chaves e Brenda Assis    atualizado em 23/03/2023 às 15h37

Em mais uma discussão sobre o transporte coletivo, nesta quinta-feira (23), o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Carlos Borges, se posicionou a favor da fiscalização das ações e obrigação do Consórcio Guaicurus de fazer melhorias na frota.

Ao JD1 Notícias, Carlão afirmou que um compromisso de melhorias não foi assinado, mas sim acordado entre o Consórcio e os vereadores. “Assim que a Câmara autorizasse a isenção do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) e que a prefeitura ajudasse na questão dos passes gratuitos, seria feita uma melhoria no transporte. Já que a prefeitura faria melhorias nos pontos de ônibus e terminais e o Consórcio entraria com ônibus novos, reformas e melhoria na qualidade, mas isso não foi feito”, explica.

Como não teve o cumprimento do acordo verbal, ao ser cobrado, o Consórcio com o apoio do diretor-presidente da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Campo Grande (Agereg), Odilon de Oliveira, quis ‘dar para trás’ dizendo que não havia compromisso firmado para que melhorias fossem feitas.

“Se ele [Odilon de Oliveira] falou isso ai, acho que ele esta atuando no lugar errado. Porque a Agereg é uma agência reguladora e ele tem que sempre estar a favor da regulação de preços e essas coisas, mas não pendendo para o lado do Consócio e sim da população. Ele está em um órgão público. Apesar disso, acredito que essa fala dele foi infeliz”, detalha o vereador.

Para finalizar, ele ressaltou ainda que a Câmara não irá permitir essas ações, pois continuará cobrando melhorias no transporte público já que o serviço prestado “está muito ruim”.

“Filhinho de papai” – Durante a sessão da Camara Municipal desta quarta-feira (23), o presidente vereador Carlão rebateu as declarações dadas por Odilon de Oliveira após ele questionar dados repassados pela Prefeitura.

“O ex-veredor Odilon, falou que essas contrapartidas que tem do Estado e Município e a isenção do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), a Assetur não tem obrigação de fazer melhorias no transporte coletivo. Para ele não tem obrigação porque ele é filhinho de papai e nunca andou de ônibus, não sabe o que é um ônibus lotado, pode dar milhões para o Consórcio e o ônibus continua velho, lotado e a população com ponto sem cobertura”.

As cobranças para a melhora da frota dos ônibus da Capital foram reforçadas na Câmara após aprovação do valor da tarifa e da isenção do ISSQN ao Consórcio.

JD1 No Celular

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Streamings pagarão cota para o cinema nacional
Política
Streamings pagarão cota para o cinema nacional
Sessão dos vereadores da Capital
Política
Vereadores aprovam mudanças no transporte de animais em compartimentos de carga
Gerson Claro, presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
Política
Deputados aprovam projeto que orienta sobre efeitos de álcool na gestação
Trabalho de Gerson Claro no combate à violência doméstica é homenageado pela PM
Política
Trabalho de Gerson Claro no combate à violência doméstica é homenageado pela PM
Fachada da Câmara Municipal de Campo Grande -
Política
Câmara Municipal e TJMS firmam convênio para transmissão de conteúdo na TV aberta
Votação no Senado aconteceu na noite de quarta-feira
Política
Senado vota PEC que criminaliza posse de qualquer quantidade de droga ilícita
PL de estímulo do turismo inclusivo para pessoas com TEA deve ser votado hoje
Política
PL de estímulo do turismo inclusivo para pessoas com TEA deve ser votado hoje
Vereadores analisam PL sobre transporte de animais em compartimentos de carga
Política
Vereadores analisam PL sobre transporte de animais em compartimentos de carga
Ministra das Relações Exteriores da Argentina, Diana Mondino
Política
Argentina não irá interferir em problemas internos brasileiros, afirma Mondino
Deputados que planejam concorrer a prefeituras em MS votaram por prisão de Brazão
Política
Deputados que planejam concorrer a prefeituras em MS votaram por prisão de Brazão

Mais Lidas

Acidente aconteceu no Monte Castelo
Polícia
Motociclista que morreu após bater em muro no Monte Castelo pilotava sem CNH
Janaina tinha 40 anos e trabalhava na Semed
Polícia
Identificada motociclista morta que bateu em muro de condomínio no Monte Castelo
Agetran divulga lista de multas aplicadas de 21 a 31 de março
Cidade
Multas de trânsito: saiba se você foi "canetado" entre 21 a 31 de março
Diogo Nantes morreu na hora
Polícia
JD1TV: Jovem morre após carro ser atingido pela haste da lona de um caminhão na MS-164