Menu
Menu
Busca quarta, 24 de abril de 2024
TJMS Abril24
Política

Com apoio do PDT e PMDB, Gilberto Garcia oficializa pré-candidatura a prefeito

26 julho 2016 - 16h48

O nome do ex-prefeito Gilberto Garcia foi oficializado para a disputa a prefeito de Nova Andradina nas eleições municipais pelo grupo formado pelas legendas do PDT, PMDB e PR.
 
A aliança foi consolidada no sábado (23), na residência de Gilberto, com a presença do ex-governador André Puccinelli (PMDB) e dos outros dois pré-candidatos Milton Sena (PDT), e Newton Luiz Oliveira, o Nenão (PMDB), além de pré-candidatos a vereadores, filiados e simpatizantes das siglas partidárias.
 
A vaga de vice-prefeito na chapa ainda ficou em aberto, já que o grupo pretende dialogar com outros partidos para formar uma frente de oposição ao atual grupo comandado por Roberto Hashioka (PSDB).
 
“Esta vaga pode ser ocupada tanto por Nenão, quanto por Sena, ou eventualmente, outro nome que venha agregar apoio, sendo que qualquer que seja esta definição, ambos estarão engajados num contexto de candidatura de Gilberto Garcia”, afirmou Puccinelli.
 
Questionado sobre a possibilidade de uma aliança com PT, o ex-governador preferiu deixar a decisão para os líderes locais. “Eles devem definir, juntamente com os candidatos a vereadores, se haverá um acréscimo na vinda de outro nome que não seja o de Nenão ou Milton Sena, de vice”, pontuou André.

Gilberto Garcia ratificou que as siglas marcharão juntas nesta campanha. Até o dia 28 de julho, data em que as convenções dos três partidos foram agendadas, será definido quem ocupará a vaga de vice. “A aliança está concretizada. Ficou em aberto o cargo de vice. Cada um deverá conversar com seus convencionais e quinta-feira estará acertado”, garantiu.
 
Sobre uma eventual união com o PT, Garcia destacou que Edilson do Gás é um forte concorrente e é importante fazer parte deste grupo. “Temos um adversário em comum. Quanto mais alianças fizermos, e se possível com o PT, estaremos abertos ao diálogo. Já temos o pré-candidato a prefeito a ser homologado nas convenções e aí sim, procurar fazer um arco de alianças muito forte para ganharmos esta eleição”, encerrou o ex-prefeito.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sessão ordinária desta quarta-feira (24)
Política
Deputados aprovam e projeto sobre diagnóstico precoce do autismo vai à sanção
Waldecy Batista Nunes, o "Chocolate" -
Cidade
Ex-vereador "Chocolate" assume cargo na Câmara Municipal de Campo Grande
Foto: Luciana Nassar/Alems
Política
Assembleia vota nesta quarta-feira projeto de reajuste aos servidores da Casa
Foto: Câmara Municipal
Política
Claudinho Serra desmente renúncia
Sessão da Câmara
Política
Vereadores aprovam projeto que permite entrada de água em shows na Capital
Sessão ordinária desta terça-feira (23)
Política
Deputados aprovam projeto que prevê exame gratuito precoce de pacientes com autismo
Prefeita de Sidrolândia Vanda Camilo -
Política
Vereadores de Sidrolândia aprovam CPI contra prefeita após escândalo de corrupção
Fernando Haddad
Política
Governo adiará um dos projetos da regulamentação da reforma tributária
Presidente do TRE-MS, Desembargador Paschoal Carmello Leandro -
Justiça
JD1TV: TRE faz campanha sobre regularização de títulos de eleitor
Câmara analisa projeto que permite entrada com água para consumo em shows
Política
Câmara analisa projeto que permite entrada com água para consumo em shows

Mais Lidas

AGORA: Capitão do Batalhão de Choque morre na Capital
Polícia
AGORA: Capitão do Batalhão de Choque morre na Capital
Capitão Leonardo Mense partiu durante a noite de sábado (21)
Polícia
'Imenso legado': Capitão Mense é homenageado por autoridades e instituições de MS
 Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) -
Justiça
MPMS investiga fraude em concurso da prefeitura de Sonora e recomenda suspensão
"Eu não tenho dúvida que o Beto Pereira terá capacidade, se eleito for, de fazer as grandes transformações e reformas que Campo Grande precisa", enfatiza ex-governador.
Política
JD1TV: Reinaldo diz que problemas locais "pesarão mais" que Bolsonaro