Menu
Busca quinta, 19 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Política

"Defendo o tratamento igualitário no Poder Judiciário", afirma Nelsinho

Parlamentar defendeu proposta que dispõe sobre posição de advogados em audiências e julgamentos

12 setembro 2019 - 09h15Vitória Ribeiro

O senador Nelson Trad Filho relatou na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado a defesa do projeto que coloca no mesmo nível em salas de audiência o juiz, o membro do Ministério Público e advogado. A proposta do projeto de lei 3528, de 2019, de autoria do deputado federal Carlos Bezerra (MDB/MT) que prevê normas sobre a posição topográfica dos advogados durante audiências de instrução e julgamento, foi aprovada.

Conforme o senador em publicação no Facebook, "o parecer do relatório foi aprovado pelos advogados da comissão, senadores Simone Tebet e Rodrigo Pacheco. Defendo o tratamento igualitário no Poder Judiciário, conforme a lei da isonomia na Constituição Federal". 

Toka do Jacare - perkal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Ministério pode rever cortes de verbas que prejudicam MS
Política
Vídeo - Salineiro diz ter vergonha de ser vereador depois de projeto reprovado
Política
Governo garante a Simone liberação de recurso para BR-262
Política
Projeto que garante prioridade aos alunos com TDAH foi aprovado pela CCJR
Política
CCJ do Senado confirma sabatina de Aras à PGR para o dia 25
Política
Bancada federal de MS quer destravar investimentos para implantação da Rota Bioceânica
Política
Dupla morre em confronto com polícia durante roubo a comerciante
Política
Candidaturas laranjas levam à cassação de toda a chapa, decide TSE
Política
Projeto da deputada Rose Modesto fará agressor ressarcir SUS
Política
Delcídio assume PTB dia 21 de setembro

Mais Lidas

Polícia
Mulher que desapareceu há um mês é encontrada morta por suicídio
Polícia
Após divulgação de imagem, homem faz acordo para devolver veículo
Polícia
Vídeo - Mortes em série de gatos no Villagio Parati intrigam moradores
Geral
Árvore cai e Espírito Santo está interrompida