Menu
Menu
Busca quarta, 24 de abril de 2024
Política

Deputados votam projeto que altera a licença maternidade para militares

Sessão da Assembleia Legislativa de MS desta quinta-feira terá 17 projetos em votação

01 dezembro 2022 - 08h55Sarah Chaves    atualizado em 01/12/2022 às 09h03

A pauta da Ordem do Dia da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) para esta quinta-feira (1º) votará em 1ª Discussão o Projeto de Lei Complementar (PLC) 11/2022 que altera a redação de dispositivos da Lei Complementar do Estatuto dos Militares Estaduais de Mato Grosso do Sul

O projeto define que poderá ser concedido ao militar sujeito ao regime de trabalho de dois turnos de, no mínimo, 36 horas semanais, e que tenha cônjuge, filho ou dependente pessoa com deficiência, comprovada por laudo médico, o afastamento em um dos turnos de trabalho.

O texto propõe também que a licença-maternidade será contada a partir da alta hospitalar do recém-nascido e/ou de sua mãe, o que ocorrer por último.

Ainda nesta quinta, a Ordem do Dia traz 17 projetos a serem votados pelo Plenário.  A sessão tem início às 9h e pode ser acompanhada presencialmente ou por meio dos canais de comunicação da Casa de Leis

Confira as pautas em discussão hoje

Redação final

O Projeto de Lei 244/2022 que estima receitas e fixa despesas para o para o exercício financeiro de 2023. A Lei Orçamentária Anual (LOA) prevê R$ 22,03 bilhões, alta de 19,24% em relação à peça orçamentária deste ano, de R$ 18,47 bilhões.

Discussão única

Projetos de Resolução que concedem Título de Cidadão Sul-Mato-Grossense e a Comenda do Mérito Legislativo. Essas matérias são assinadas pelos deputados Amarildo Cruz (PT), Marçal Filho (PP), Renato Câmara (MDB), Evander Vendramini (PP), Lucas de Lima (PDT) e Paulo Corrêa (PSDB).  

2ª Discussão

Projeto de Lei Complementar 8/2022 altera dispositivos da Lei Complementar Estadual 111/2005, norma que organiza a Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul e estabelece competência e estrutura dos seus órgãos, a organização e estatuto da respectiva carreira. 

Projeto de Lei 210/2022 altera o Código de Organização e Divisão Judiciárias do Estado para garantir o direito de gratificação ao magistrado em caso de cumulação de acervo processual, observado o teto remuneratório.  O valor que exceder esse limite deverá ser separado e liquidado oportunamente, dentro das possibilidades financeiras do Tribunal de Justiça.

1ª Discussão

Projeto de Lei 261/2022 que trata sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis do Poder Executivo, das Autarquias e das Fundações Públicas do Estado de Mato Grosso do Sul.

Projeto de Lei 262/2022 dispõe sobre a criação de cargos de provimento em comissão na estrutura do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran/MS).

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sessão ordinária desta quarta-feira (24)
Política
Deputados aprovam e projeto sobre diagnóstico precoce do autismo vai à sanção
Waldecy Batista Nunes, o "Chocolate" -
Cidade
Ex-vereador "Chocolate" assume cargo na Câmara Municipal de Campo Grande
Foto: Luciana Nassar/Alems
Política
Assembleia vota nesta quarta-feira projeto de reajuste aos servidores da Casa
Foto: Câmara Municipal
Política
Claudinho Serra desmente renúncia
Sessão da Câmara
Política
Vereadores aprovam projeto que permite entrada de água em shows na Capital
Sessão ordinária desta terça-feira (23)
Política
Deputados aprovam projeto que prevê exame gratuito precoce de pacientes com autismo
Prefeita de Sidrolândia Vanda Camilo -
Política
Vereadores de Sidrolândia aprovam CPI contra prefeita após escândalo de corrupção
Fernando Haddad
Política
Governo adiará um dos projetos da regulamentação da reforma tributária
Presidente do TRE-MS, Desembargador Paschoal Carmello Leandro -
Justiça
JD1TV: TRE faz campanha sobre regularização de títulos de eleitor
Câmara analisa projeto que permite entrada com água para consumo em shows
Política
Câmara analisa projeto que permite entrada com água para consumo em shows

Mais Lidas

AGORA: Capitão do Batalhão de Choque morre na Capital
Polícia
AGORA: Capitão do Batalhão de Choque morre na Capital
Capitão Leonardo Mense partiu durante a noite de sábado (21)
Polícia
'Imenso legado': Capitão Mense é homenageado por autoridades e instituições de MS
 Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) -
Justiça
MPMS investiga fraude em concurso da prefeitura de Sonora e recomenda suspensão
"Eu não tenho dúvida que o Beto Pereira terá capacidade, se eleito for, de fazer as grandes transformações e reformas que Campo Grande precisa", enfatiza ex-governador.
Política
JD1TV: Reinaldo diz que problemas locais "pesarão mais" que Bolsonaro