Menu
Menu
Busca quarta, 28 de fevereiro de 2024
Política

Motorista embriagado atropela 3 pessoas em saída de igreja no Aero Rancho

Homem ainda teria ameaçado fiéis com um facão e ofendido várias pessoas

12 dezembro 2022 - 08h30Vinicius Costa

Um homem, de 41 anos, foi preso em flagrante na madrugada desta segunda-feira (12) por estar dirigindo embriagado e atropelar três pessoas na saída de um culto de uma igreja na rua Rubro Negro, no bairro Jardim Aero Rancho, em Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, a esposa do autor contou para a Polícia Militar que estava em uma confraternização pós-culto com outros irmãos da igreja, quando seu esposo apareceu embriagado e exalando um cheiro forte de álcool.

Em determinado momento, o homem ficou alterado, pois suas calças estavam molhadas e algumas crianças zombaram dele. O autor passou a ofender as pessoas e em outro momento, apareceu com um facão ameaçando as pessoas em volta, mas logo foi desarmado. No entanto, ele passou a jogar pedras na igreja, causando danos materiais e acertando uma pessoa, sendo assim contido por populares.

Ainda conforme o registro, ele foi solto pelos populares após o pedido da esposa. Porém, o homem entrou em seu carro, um Chevrolet Ônix e atropelou três pessoas, tendo uma não apresentado escoriações, um rapaz, de 37 anos, que sentia dores na perna e mancava, e uma mulher, de 45 anos, que ficou mais grave pois reclamava de dores na região da bacia e lombar.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e prestou socorro para as vítimas. Após o atropelamento, o motorista acertou uma cesta de lixo e fugiu do local, mas seu carro foi encontrado na rua Osmar de Andrade, quando a Polícia Militar conversou com o cunhado do homem, que relatou estar em sua casa.

Assim, o motorista recebeu voz de prisão e teve a constatação de estar embriagado após fazer o teste do bafômetro. Aos policiais, alegou que foi buscar sua esposa e sua filha, quando foi agredido de forma repentina e por isso correu do local, atropelando algumas pessoas. Afirmou ainda que não ficou para prestar socorro, pois temia ser novamente agredido.

O caso foi entregue a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol e registrado como conduzir veículo automotor com capacidade alterada em razão da influência de álcool e praticar lesão corporal culposa na direção de veículo automotor.

JD1 No Celular

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Comissão de Educação do Senado aprova o marco legal dos jogos eletrônicos
Política
Isenção de impostos para igrejas avança no Congresso
Política
Vereadores mantêm veto sobre 'Drive-Thru da Reciclagem' no calendário oficial
Política
Conscientização sobre entrega legal para adoção é aprovada por deputados de MS
Política
Assembleia quer garantir agilidade na Rota Bioceânica
Justiça
Camila Jara enfrenta batalha jurídica no TRE
Política
Deputados votam projeto de conscientização sobre entrega voluntária para adoção
Política
Vereadores analisam veto sobre Drive-Thru da reciclagem em calendário oficial
Política
TSE manda oficiar TRE-MS sobre cassação de Rafael Tavares
Política
Discurso de Bolsonaro durante ato em São Paulo é incluído na investigação da PF

Mais Lidas

Vídeos
Vídeo: Travesti bate em jovem e tribunal a pune
Justiça
Ex-secretários de saúde de Glória de Dourados são condenados pelo TCE-MS
Geral
Mulher de 33 anos morre após se queimar fritando ovo em casa
Justiça
Camila Jara enfrenta batalha jurídica no TRE