Menu
Busca domingo, 18 de abril de 2021
(67) 99647-9098
Governo Balada - topo - abril21
Política

Mourão diz que Brasil acompanha ritmo de vacinação mundial

Após novo recorde no número de mortes, vice-presidente culpou as festas pelo aumento no contágio

04 março 2021 - 10h49Gabrielly Gonzalez, com informações do R7

Um dia após o Brasil ter batido novo recorde no número de mortes (1.910) registradas em 24 horas por covid-19, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, lamentou a piora no quadro pandêmico nacional, mas afirmou que o ritmo de vacinação do país está dentro da média mundial.

"Nós estamos avançando na vacina. Vamos lembrar o seguinte: dado de ontem: 3,5% da população mundial tinha sido vacinada até o momento. Nós estamos com 3,7%, então, estamos dentro da média do mundo. É óbvio que um país do tamanho, das dimensões entre população e território é pouco, mas a perspectiva para frente é que nós vamos ter uma continuidade na chegada de insumos e a fabricação. E, posteriormente, com a tecnologia aqui, que é o acordo aí da AztraZeneca, a Fiocruz fabricando, nós vamos entrar num modo continuo de vacinação", afirmou.

Dados mais atualizados desta quinta-feira (4) de manhã demonstram que, até o momento, a primeira dose foi aplicada em 3,49% dos brasileiros, enquanto que apenas 0,96% dos cidadãos daqui receberam a segunda. A média mundial indica 3,5% de vacinas aplicadas em geral.

Mourão afirmou que a culpa são as festas de fim de ano e as aglomerações clandestinas pelo quadro atual da pandemia e acredita que os próximos dez dias serão ainda mais duros.

"Lamentável isso aí, né (número de mortes)? Nós estamos aí com uma situação complicada, fruto de uma sequência de eventos. Entrou o verão, férias de verão, apesar da turma não ter tido praticamente atividades extras ano passado. Período de festas de Natal, de Ano-Novo, pessoal se reúne aí... Carnaval, apesar de não ter tido muita coisa acontecendo, muita festa ocorrendo nas cidades... Lamentavelmente a gente tem essa notícia. Eu acredito que pelos próximos dez dias nós vamos ver um pico aí e depois vai arrefecer a situação", opinou.

Os números do Ministério da Saúde, reportados pelos Estados, indicam que o total de mortos nesta pandemia, até esta quarta-feira (3), havia chegado a 259.271. A quantidade de casos acumulados era de 10,7 milhões. Deste total, cerca de 9,5 milhões já se recuperaram da doença segundo a pasta do governo federal.

APP JD1_apple

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Colômbia detecta variantes britânica e brasileira do coronavírus
Política
Ministério Público pede o afastamento de ministro Ricardo Salles
Política
Sérgio Murilo diz que área social será marca de governo
Política
Após novas complicações na saúde, Bolsonaro vai fazer quinta cirurgia pós-facada
Geral
Reinaldo prorroga ICMS de restaurantes por 90 dias
Política
Câmara volta com comissão sobre prisão em segunda instância
Política
STF julga se ex-presidente Lula será elegível em 2022
Política
Senado aprova formulário de registro de violência doméstica e familiar
Política
Bolsonaristas fazem carreata "pela família" e "contra o comunismo"
Política
Reinaldo apresenta Reforma Administrativa na Assembleia

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio