Menu
Menu
Busca sábado, 13 de abril de 2024
Política

PSOL protocola no STF ação para retirar urgência da reforma trabalhista

24 abril 2017 - 16h04Agência Brasil

O PSOL protocolou hoje (24) no Supremo Tribunal Federal (STF) um mandado de segurança para anular a decisão do plenário da Câmara que aprovou na última quarta-feira (19) a tramitação de urgência para o projeto da reforma trabalhista (PL 6.787/16). No dia anterior (18), outro requerimento de urgência havia sido rejeitado pelo plenário.

Para o partido de oposição, a apresentação de um novo requerimento com o mesmo teor foi uma “manobra da Presidência da Câmara” para reverter o resultado da votação de terça. A liderança do PSOL avalia que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), infringiu o regimento interno da Casa ao não considerar como prejudicada matéria que já foi deliberada pelo plenário.

A aprovação do regime de urgência garante que o substitutivo apresentado pelo relator, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), tramite sem receber pedidos de vista ou sugestões de mudanças. Sem a obrigatoriedade de realizar as sessões de apresentação de emendas, a expectativa é que o relatório seja votado na comissão especial e já siga para plenário ainda esta semana. Ao chegar hoje na Câmara, o presidente Rodrigo Maia não comentou a ação do PSOL e afirmou que é possível que o projeto seja votado na próxima quarta-feira (26).

 

A proposta

O parecer do relator Rogério Marinho, apresentado dia 12, é favorável à proposta central do governo, mas altera alguns pontos. O relatório estabelece que os acordos entre patrões e empregados prevaleçam sobre a lei nas negociações trabalhistas sobre temas como banco de horas, parcelamento de férias e plano de cargos e salários, entre outros.

Marinho propôs também o fim da contribuição sindical obrigatória e incorporou normas para reduzir o número de ações na justiça do trabalho. O relator incluiu ainda a possibilidade de negociação do aumento na jornada de trabalho, que poderá chegar a 12 horas. O deputado incluiu ainda o chamado trabalho intermitente e o teletrabalho. O primeiro se caracteriza pela prestação de serviços de forma descontínua, podendo alternar períodos em dias e horas, cabendo ao empregado o recebimento de salário proporcional ao número de horas efetivamente trabalhadas.

Já no caso do teletrabalho, os funcionários poderão prestar serviços fora das dependências da empresa, inclusive em casa, com o uso de tecnologias de “informação e de comunicação que, por sua natureza, não se constituam como trabalho externo”.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes, cumpria agenda em São Paulo e estava acompanhada da senadora Tereza Cristina
Política
Adriane se reúne com empresários em SP na busca por investimentos sustentáveis
Presidente e acionistas da JBS durante solenidade
Política
De uniforme e tudo, Lula esteve em frigorífico da Capital nesta sexta
Pré-candidata a prefeita e chefe da Sudeco, Rose Modesto -
Política
Em visita de Lula a MS, Rose destaca intenção de ser a primeira prefeita eleita da Capital
Governador Eduardo Riedel assinou termo de cooperação para ações voltadas aos povos indígenas
Política
Governo e Sebrae atuarão em favor de indígenas
AO VIVO: Lula acompanha em Campo Grande embarque de carne para a China
Política
AO VIVO: Lula acompanha em Campo Grande embarque de carne para a China
Lula sanciona, com veto, projeto que proíbe saidinha de presos
Política
Lula sanciona, com veto, projeto que proíbe saidinha de presos
Sessão de hoje (11)
Política
Vereadores aprovam em 2ª discussão programa "Idade de Sorrir" na Capital
Lula
Política
Lula deve vetar projeto que põem fim às saidinhas de presos
Sessão desta quinta-feira (10)
Política
Deputados aprovam em 1ª discussão o 'Dia do Atleta' para 10 de fevereiro
Foto: Lucas Castro
Política
Vereadores decidem sobre igualdade de recursos públicos no paradesporto

Mais Lidas

Artistas confirmadas na Expogrande 2024
Comportamento
Expogrande 2024 divulga programação dos shows; confira as datas
Mulher encontrada morta em casa no Itamaracá teve um infarto
Polícia
Mulher encontrada morta em casa no Itamaracá teve um infarto
AGORA: Mulher é encontrada morta em casa no Itamaracá
Polícia
AGORA: Mulher é encontrada morta em casa no Itamaracá
Homem mente que foi sequestrado e estuprado para voltar com a ex em Campo Grande
Polícia
Homem mente que foi sequestrado e estuprado para voltar com a ex em Campo Grande