Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Política

Puccinelli solicita R$ 100 milhões para 10 aeroportos de MS

05 maio 2011 - 05h33Assessoria

O governador André Puccinelli (PMDB), a vice-governador Simone Tebet (PMDB), o deputado estadual Eduardo Rocha (PMDB) e o deputado federal Giroto (PR-MS), em reunião na manhã de ontem, solicitaram ao ministro da Aviação Civil (SAC), Wagner Bittencourt, R$ 100 milhões para reforma e ampliação de 10 aeroportos em Mato Grosso do Sul. Destes, são considerados prioritários as unidades de Três Lagoas e o aeródromo Santa Maria, em Campo Grande, saída para Três Lagoas.

De acordo com Puccinelli, a prioridade é o aeroporto de Três Lagoas em virtude da demanda que está crescendo e vai aumentar por causa da instalação da fábrica de fertilizantes da Petrobrás, fábrica de celulose, siderúrgica e a empresa Fibria cogita ampliar sua produção no município. São solicitados R$ 2,6 milhões para esta unidade. “Terão de ser construídos mais 400 metros de pista”, explicou Puccinelli, após a reunião em que estavam presentes o deputado federal Geraldo Resende, o deputado estadual Eduardo Rocha e a Secretária-Adjunta de Estado de Obras Públicas e de Transportes Maria Wilma Casanova Rosa.

Para o deputado Estadual a reforma de ampliação do aeroporto de Três Lagoas é importante porque além de beneficiar as empresas citadas pelo Governador, “vai atender a demanda de 40 indústrias de menor porte, que necessitam ter condições de possibilitar o deslocamento de seus funcionários de forma rápida”.

A vice-governadora enfatizou que já existe a demanda de passageiros e que ela vai aumentar com a instalação da fábrica de fertilizantes da Petrobras. “Há a garantia de que a Petrobras vai investir R$ 2 milhões no local de recepção dos passageiros e três empresas já manifestaram interesse em operar no município: Azul, Trip e Passaredo”, destacou Tebet.

Além deste aeroporto, o governador enfatizou para o ministro que o “Governo do Estado se propõe a dar 20% de contrapartida, quando o normal é 10%”.

O ministro Wagner Bittencourt enfatizou que conta com a participação do Governo do Estado e que vai elaborar uma “agenda de longo prazo” para o setor aeroviário e que pretende “trabalhar em conjunto, ninguém é suficiente, sempre precisamos trabalhar juntos”, destacando que vai seu projeto é ter “uma aviação que atenda o tempo todo a população, termos ações estruturais, ter metas para o Estado e municípios”. Bittencourt destacou que vai estudar o pleito de Mato Grosso do Sul.

Os recursos são também para construção, reforma, ampliação e revitalização dos aeroportos de Dourados, Nova Andradina, Naviraí Paranaíba, Costa Rica, Coxim, Maracaju e São Gabriel do Oeste.

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Vídeo: Tereza Cristina destaca inovação e tecnologia do agro brasileiro na Itália
Política
Kemp fecha acordo e se retrata nas redes sociais
Política
CPI da Covid: Diretor de empresa acusada de prescrever 'kit Covid' depõe nesta quinta
Política
Ministro Dias Toffoli participará de evento no TRE-MS na sexta
Política
Ex-mulher de Bolsonaro é convocada a depor na CPI da Pandemia
Política
Ministro defende aumento "modesto e moderado" para Bolsa Família
Política
Justiça autoriza condução coercitiva de depoente na CPI da Pandemia
Política
Ranking Pesquisas mostra avaliação do Governo MS em Dourados
Política
Para Temer, "presidencialismo no Brasil está esfarrapado"
Política
STF pretende derrubar decreto de Bolsonaro sobre armas

Mais Lidas

Geral
Vídeo: "Onda onda, olha a onda", Brasil pode ser atingido por tsunami
Geral
Esacheu perde eleição para Jary Castro na Santa Casa
Polícia
Pedreiro morre ao cair do segundo andar de obra no Alphaville 4
Polícia
Vídeo: Homem é flagrado “encoxando” mulher em coletivo na Capital