Menu
Busca quinta, 22 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS outubro20
Política

Simon inclui Moka em ala independente no PMDB

21 junho 2011 - 14h35Agência Senado

Tido como um dos últimos peemedebistas históricos por ter convivido com Ulisses Guimarães, Tancredo Neves, Teotônio Vilela dentre outros, o senador gaúcho Pedro Simon disse ao jornal Correio Braziliense que não tem "identidade com esse grupo que está aí", em referência ao grupo liderado pelo vice-presidente da República Michel Temer (SP).

Na entrevista, publicada ontem (20), Simon disse que se identifica com outra ala do PMDB, formada pelos senadores Luiz Henrique (SC), Roberto Requião (PR), Waldemir Moka (MS), Casildo Maldaner (SC), Eduardo Braga (AM) e Ricardo Ferraço (ES) e frisou que este grupo quer a união do PMDB e participação coletiva.

"Ao contrário de outras épocas, hoje a crise partidária é unânime. O PT, no governo, está igual ao PSDB. É o que Lula concretou. Neste momento, portanto, é importante ter posições claras", declarou. Simon negou que sua esteja atrás de cargos. "Não estamos falando em cargos. Nosso foco é outro. A gente fala da importância de as decisões serem tomadas em conjunto e que não fiquem restritas a um ou dois senadores do partido", afirmou.

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
AO VIVO: O que Cris Duarte quer fazer por Campo Grande?
Política
Vídeo: Bolsonaro visita Pazuello, um dia após diagnóstico de covid
Política
Pesquisa mostra terceira via em Corumbá
Política
VÍDEO: Candidato a vereador em MS é assaltado durante live
Política
Eleições 2020: Marquinhos fará entrevista ao vivo no JD1 às 17h
Política
Senador flagrado com dinheiro nas nádegas pede licença por 90 dias
Política
AO VIVO: O que Guto Scarpanti quer fazer por Campo Grande?
Política
Simone Tebet garante amplo debate na sabatina de indicado ao STF
Política
Justiça Eleitoral muda locais de votação na capital; confira
Política
Confira a agenda de compromissos dos candidatos nesta terça

Mais Lidas

Polícia
Carta de arrependimento é escrita por advogado que matou PM no trânsito
Cidade
Detran-MS promete agilizar atendimento utilizando totens de serviços
Economia
Dólar fecha em queda pelo segundo dia seguido
Justiça
Em sessão "sofrida", MS ganha julgamento do gás boliviano