Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Saúde

Coronavírus: registrando o 85° óbito, julho começa com morte de médico

Amigos utilizaram as redes sociais para se despedirem do profisssional

01 julho 2020 - 08h30Gabriel Neves

O mês de julho começou mais triste para familiares e amigos do médico Miguel Yoneda, 74 anos, o já idoso profissional de saúde foi a 85° vítima fatal do coronavírus em Mato Grosso do Sul. A morte ainda não foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

De acordo com o site Folha de Dourados, Yomeda estava internado no Hospital Universitário da Grande Dourados (HU-UFGD) e faleceu por volta das 3h da madrugada desta quarta-feira (1). O idoso era morador de Ponta Porã.

Com as medidas restritivas, mensagens nas redes foi a maneira que as pessoas encontraram para se despedir do médico, que atuava na linha de frente contra o coronavírus.

Nas redes sociais as mensagens mostram o carinho que as pessoas sentiam por Yoneda, “Descanse em paz, grande perda para nós, excelente  médico digno de respeito, mais um guerreiro vencido pelo covid-19”, disse uma amiga pelo Facebook.

“Acordei com a notícia que eu temia receber. Perdemos dr Miguel Yoneda. Quem o conheceu sabe exatamente o q sinto nesse momento. Quem sabe o médico que amava o que fazia. Era o médico que amava o pronto socorro”, publicou outra pessoa.

Outra morte, de uma mulher 70 anos, identificada como Lourdes Fernandes Soares. Está sendo investigada pela secretaria de Saúde da cidade, segundos familiares Lourdes também foi vítima de coronavírus.

Sete mortes confirmadas

Desde o último boletim epidemiológico, divulgado nesta terça-feira (30) pela SES, o estado já confirmou sete novas mortes causadas pelo coronavírus, as cinco primeiras confirmações você ver clicando aqui.

As outras duas vítimas fatais confirmadas se tratam de uma mulher, 80 anos, residente de Corumbá. Ela era portadora de Hipertensão Arterial e doença de Parkinson, estava internada na UTI da Santa Casa de Corumbá.

A sétima morte foi confirmada se trata de outra mulher 65 anos, moradora de Campo Grande. Ela tinha histórico de doença pulmonar crônica obstrutiva (DPCO). A paciente estava internada no Hospital regional de Mato Grosso do Sul.

Recorde de mortes

Caso as duas mortes de Lourdes e Yoneda sejam confirmadas, por coronavírus, as vítimas se juntam as outras sete confirmadas pela SES, somando assim 9 nove mortes confirmadas em um único, um recorde em MS.

Com o acrescimo das 9 vítimas fatais, MS alcança o seu 85° óbito por coronavírus.

PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Prefeitura garante R$ 9,5 milhões para a Santa Casa
Saúde
MS perde mais um médico para o coronavírus
Saúde
Perto da lotação, Campo Grande já possui 87% dos leitos de UTIs ocupados
Saúde
Coronavírus: MS já tem 11.671 confirmações da doença e mais da metade estão recuperados
Saúde
Procon-CG encontra teste de coronavírus de R$ 139,90 a R$ 360
Saúde
Após vencer a morte, Felipe precisa de doação para tratamento de tumor
Saúde
Hospital de Câncer recebe 18 leitos de UTI nesta quinta-feira
Saúde
AO VIVO: Evolução do coronavírus em MS
Saúde
Quinta conta com 16 pediatras atendendo pela manhã na capital
Saúde
Usar máscara em academias não prejudica saúde, dizem especialistas

Mais Lidas

Geral
Vídeo: Meteoro, OVNI, o que rasgou o céu na região do Santa Maria?
Entrevista
AO VIVO – Por que a respiração pode atrapalhar no emagrecimento?
Geral
AO VIVO - V12 e DJ Marcelo Natureza tocam as mais pedidas pelo público
Saúde
Prefeitura garante R$ 9,5 milhões para a Santa Casa