Menu
Busca quinta, 09 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Saúde

Avanço da Covid-19 faz Rochedo decretar "lockdowm" por 15 dias

Apenas serviços essências poderão funcionar durante o período de isolamento obrigatório

30 junho 2020 - 15h03Flávio Veras

Após a confirmação de 35 casos do novo coronavírus e 75 suspeitas da doença, o município de Rochedo decidiu decretar “lockdown” pelos próximos 15 dias. A decisão começou a valer na última segunda-feira (29). Apenas serviços essências poderão funcionar durante o período de isolamento obrigatório.

Ou seja, apenas farmácias, mercados, açougues, mercearias, peixarias, hortifruti, padarias, bancos, correios, lojas de materiais de construção, venda de produtos agropecuários e casas lotéricas podem funcionar, ainda assim, com restrições.

O decreto determina adoção de regras de biossegurança, como distanciamento e impedimento de consumo in loco em alguns dos estabelecimentos, como padarias. Uso de máscaras e disponibilização de álcool em gel também passam a ser obrigatórios.

O decreto também determina que cada estabelecimento autorizado a abrir deve ter no máximo um cliente a cada 10m² e os locais precisa diminuir o número de funcionários em atendimento, determinando revezamento entre os mesmos.

O documento também suspende o gozo de férias por parte dos servidores da área da saúde no município e também prevê regime de teletrabalho para demais servidores e tem aplicação imediata, com duração de 15 dias. Porém, o decreto destaca que as medidas podem ser revistas a depender dos indicadores epidemiológicos, como evolução de casos no município.

Conforme o boletim epidemiológico do município no domingo (28), a cidade tinha 35 casos confirmados de Covid-19 e 75 aguardando resultado e um total de 107 pessoas já em isolamento domiciliar, considerando casos confirmados e suspeitos.

Frigorífico

O Frigorífico Naturafrig Alimentos irá antecipar férias coletivas de funcionários da unidade de Rochedo, devido ao aumento de casos do novo coronavírus (Covid-19) no município. A suspensão das atividades teve início nessa segunda-feira (29) e, a princípio, será pelo período de 15 dias.

“A empresa sempre esteve e continua no controle da situação. As medidas para a contenção, em especial a suspensão das atividades, se deu por decisão preventiva interna, e não por determinação de qualquer órgão. A direção entende que momento exige união de todos em prol da saúde das pessoas e da segurança dos produtos”, explicou por meio de nota à imprensa.

No retorno das atividades, a empresa realizará teste em 100% dos colaboradores, a fim, sempre, de garantir a saúde dos nossos colaboradores e da sociedade de Rochedo e região.

PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Prefeitura garante R$ 9,5 milhões para a Santa Casa
Saúde
MS perde mais um médico para o coronavírus
Saúde
Perto da lotação, Campo Grande já possui 87% dos leitos de UTIs ocupados
Saúde
Coronavírus: MS já tem 11.671 confirmações da doença e mais da metade estão recuperados
Saúde
Procon-CG encontra teste de coronavírus de R$ 139,90 a R$ 360
Saúde
Após vencer a morte, Felipe precisa de doação para tratamento de tumor
Saúde
Hospital de Câncer recebe 18 leitos de UTI nesta quinta-feira
Saúde
AO VIVO: Evolução do coronavírus em MS
Saúde
Quinta conta com 16 pediatras atendendo pela manhã na capital
Saúde
Usar máscara em academias não prejudica saúde, dizem especialistas

Mais Lidas

Geral
AO VIVO - V12 e DJ Marcelo Natureza tocam as mais pedidas pelo público
Saúde
Prefeitura garante R$ 9,5 milhões para a Santa Casa
Política
“Estou bem melhor”, diz Paulo Corrêa
Esportes
Live: Rodeio sem público começa nesta quinta em Chapadão do Sul