Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021
(67) 99647-9098
Saúde

“Não precisa que professores estejam vacinados”, diz Queiroga sobre aulas presenciais

Ministro da Saúde está cumprindo agenda em Goiânia nesta terça; ele disse que o assunto será debatido nessa quarta no comitê da Covid

15 junho 2021 - 17h11Brenda Assis

 O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta terça-feira (15), na capital goiana, onde cumpre agenda na companhia do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), que não é necessário que os professores estejam completamente imunizados contra a Covid-19 para retomar as aulas presenciais. As informações são do 

Segundo Queiroga, o assunto será abordado em reunião nessa quarta-feira (16) do Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento da Pandemia da Covid-19, com participação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e dos presidentes da Câmara e do Senado Federal.

“Vamos levar esse tema de retorno às aulas. Não é necessário que os professores estejam completamente imunizados. É possível voltar com segurança, através de um programa de testagem”, disse o ministro.

O assunto foi abordado após intervenção do médico e deputado federal Zacharias Calil (DEM/GO). Ele expôs que esse tem sido um dos tópicos frequentes de discussão na Comissão Externa da Câmara Federal. “As crianças estão entrando em um quadro de depressão, e está muito sério”, argumentou Calil.

Síndrome da gaiola

Conhecido pelos estudos e cirurgias de separação de siameses, Zacharias citou um fenômeno que, segundo ele, vem acometendo crianças e adolescentes, ao qual ele chama de Síndrome da Gaiola.

“As crianças estão com medo de voltar para a escola. Por que síndrome da gaiola? O pássaro está preso. Você abre a gaiola e o pássaro não quer sair. É o que está acontecendo com os adolescentes do Brasil”, explica.

O governador Ronaldo Caiado aproveitou a oportunidade para reafirmar o plano de retomar as aulas na rede pública estadual de Goiás no dia 2 de agosto. A expectativa é vacinar todos os professores até o final de julho pelo menos em primeira dose.

Queiroga passou a tarde em Goiânia, onde visitou a reinauguração do Hemocentro de Goiás e esteve, também, na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Jardim América, que é um dos pontos de vacinação da capital.

Sennar - queimada

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Covid: Vacinados com 2 doses têm menos risco de infecção pela Delta
Saúde
Especialista alerta sobre doenças respiratórias devido ao tempo seco
Vídeos
Vídeo: 75% terão segunda dose até o fim do mês, diz secretário
Saúde
MS ultrapassa 9 mil mortos por covid-19
Saúde
UPAs e CRSs atendem com 46 médicos durante o dia nesta terça-feira
Saúde
Mais de 800 mil doses de vacinas já foram aplicadas na capital
Saúde
Vacinação continua em 26 anos na quarta-feira
Saúde
Adolescentes seguem fora da vacinação
Saúde
Covid: MS já vacinou 80% da população adulta
Saúde
Covid: Para incentivar população a vacinar, Guanandizão conta com intervenção artística

Mais Lidas

Internacional
Vídeo: ‘Vem de chicote, algema, corda de alpinista’, policiais são pegos transando em viatura
Internacional
‘A bonequinha não sabe brincar’, homem quebra pênis durante noite selvagem
Geral
Morre o advogado Marco Antônio na capital
Brasil
Vídeo: Amor de mãe? Casal homoafetivo tortura e mata menino de 7 anos