Menu
Menu
Busca sábado, 20 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Agronegócio

Agropecuária encerra o ano com saldo positivo na geração de empregos

Resultado reflete as oportunidades que o agro oferece ao mercado de trabalho

24 janeiro 2019 - 18h54Da redação com assessoria

Dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) divulgados nessa quarta-feira (23) revelam que, em 2018, o setor agropecuário registrou cenário positivo na geração de empregos. Entre admitidos e demitidos, o saldo foi de 77 postos de trabalho com 35,7 mil contratações.

Para o presidente do Sistema Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) Mauricio Saito, o resultado reflete as oportunidades que o agro oferece ao mercado de trabalho. “Em um ano de muitos desafios para a nossa economia, o setor produtivo se manteve em ascensão e empregou mão-de-obra no campo, com destaque às exigências por qualificação do trabalhador, diante do investimento em tecnologia na atividade rural”.

No Brasil o setor agropecuário também encerrou com saldo positivo, com 3.245 postos, considerando mais de um milhão de admissões no segmento.

Reportar Erro
Digix - Julho24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pantanal Tech MS
Agronegócio
Pantanal Tech MS acontece entre 28 e 29 de junho com painéis sobre mercado da carne
Foto: Divulgação
Agronegócio
Sindicato Rural realiza 1° evento carbono neutro do agro nesta semana
Imagem Ilustrativa
Agronegócio
CNA pede rejeição da MP do Equilíbrio Fiscal que 'mata' o agronegócio
MP do Pis/Cofins quebra segurança jurídica e "mata" agronegócio
Economia
MP do Pis/Cofins quebra segurança jurídica e "mata" agronegócio

Mais Lidas

Reprodução/Instagram
Esportes
Dispensado pelo Athletico, Bruninho Samudio assina com o Botafogo
A nova edição será neste sábado (20), em Campo Grande
Comportamento
'Desapega Campo Grande' vai reunir mais de 100 expositores com peças a partir de R$ 1
Copa do Brasil
Esportes
Oitavas de final da Copa do Brasil 2024: veja confrontos
Divulgação da nova loja na Capital
Comportamento
JD1TV: Nova loja de sex shop da Capital divide opiniões após divulgação inusitada