Menu
Busca quarta, 17 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Brasil

Apesar da promessa de Bolsonaro, governo vai aumentar radares nas estradas

O presidente declarou, em março, o fim da fiscalização eletrônica nas rodovias

13 maio 2019 - 18h55Joilson Francelino, com informações do Uol

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Denit) enviou à Justiça na última sexta-feira (10), documento informando sobre acordo para instalar radares em rodovias federais, contrariando a declaração do presidente Jair Bolsonaro.

Em março, o presidente havia dito que não instalaria mais radares nas rodovias. “Não teremos mais nenhuma nova lombada eletrônica no Brasil”, disse em transmissão pelo Facebook.

Segundo o Portal Uol, um estudo preliminar mostra que 8.031 faixas precisam de monitoramento (radar comum ou lombada eletrônica), o que demanda 4 mil equipamentos. Atualmente, há em operação 265 aparelhos que monitoram 560 faixas no país inteiro, considerando apenas as rodovias que não estão concedidas à iniciativa privada. O Denit já liberou a instalação de mais de 516 radares, que cobrirão outras 1.038 faixas. Será preciso mais 6.4 mil faixas para atingir o total necessário.

O Denit informou ainda à Justiça Federal que, antes de fechar o acordo, precisa resolver a situação de quatro contratos que foram suspensos pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Hoje, o Brasil tem 24 contratos vigentes para a instalação de radares e lombadas eletrônicas nas estradas federais.

Roberto Carlos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Jovem que morreu em cachoeira se desequilibrou ao tirar 'selfie'
Brasil
Turismo do Brasil tem nova marca no exterior
Brasil
Não quer ser "perturbado" por telemarketing? Saiba como
Brasil
Bolsonaro faz discurso sobre posição de Eduardo na embaixada em Washington
Brasil
Vídeo - “Bíblia e oração”, diz Marcelo Rossi após empurrão
Brasil
Mourão quer reforma política após a conclusão da Previdência
Brasil
Ninguém acerta a Mega e prêmio acumulado é R$ 16 milhões
Brasil
Economia com reforma da Previdência deve cair para cerca de R$ 900 bi
Brasil
Ministro diz que não há ilegalidade em liberar emendas
Brasil
Índios criticam delegado na Funai

Mais Lidas

Polícia
Família encontra adolescente que estava desaparecida
Polícia
Homem é morto a tiros dentro de casa enquanto fumava narguilé
Educação
Desligamento de professores da educação especial preocupa pais
Geral
Sem a OAB sociedade fica desprotegida, diz Mansour Karmouche