Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Brasil

Custos da indústria caem 1% no primeiro trimestre, diz CNI

A queda foi puxada pela retração nos custos com bens intermediários

12 junho 2019 - 12h43Joilson Francelino, com informações da assessoria

O indicador de custos industriais diminuiu 1% no primeiro trimestre deste ano, em relação ao quarto trimestre de 2019, na série livre de influências sazonais. Foi a maior queda do indicador desde o segundo trimestre de 2016, conforme diz o estudo divulgado nesta quarta-feira (12), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A queda no custo industrial foi puxada pela retração de 2,7% nos custos com bens intermediários nacionais e importados, usados na fabricação de outros produtos.

De acordo com a CNI, o custo com os bens intermediários domésticos caiu 2,5% no primeiro trimestre do ano, frente ao quarto trimestre de 2019. No mesmo período, o custo com bens intermediários importados recuou 4% devido à valorização do real frente ao dólar. “Um dos grandes impulsionadores da queda dos custos foi o câmbio. A valorização do real no primeiro trimestre fez com que produtos importados ficassem mais baratos e isso se refletiu nos preços dos produtos nacionais”, afirma o gerente-executivo de Pesquisas da CNI, Renato da Fonseca.

Segundo a confederação, os demais custos de produção da indústria aumentaram no primeiro trimestre, em comparação com o quarto trimestre de 2018, na série livre de influências sazonais. O custo com energia subiu 1%, pressionado pelo aumento de 4,6% na energia elétrica. Foi a nona alta consecutiva do indicador. O custo com pessoal subiu 1%. Além disso, o custo tributário aumentou 3,3% e o de capital de giro subiu 2% no primeiro trimestre, frente ao quarto trimestre de 2018, também na série livre de influências sazonais. A queda no Índice de Custos Industriais só ocorreu porque os custos com bens intermediários têm maior peso na estrutura de custos da indústria.

De acordo com a CNI, o estudo mostra que, mesmo com a queda nos custos, a indústria brasileira perdeu competitividade e não conseguiu recompor as margens de lucro. No primeiro trimestre, os preços dos produtos manufaturados no mercado interno caíram 1,1%, acompanhando a retração dos custos. Além disso, os preços, em reais, dos produtos estrangeiros no mercado interno caíram 3,3% no primeiro trimestre frente ao quarto trimestre de 2018, superando com folga a queda dos custos. No mercado externo, os preços em reais dos produtos manufaturados no mercado dos Estados Unidos caíram 2,1%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Aeronáutica confirma 195 casos de coronavírus em escola da FAB
Brasil
Bolsonaro cumprimenta apoiadores em ato em Brasília
O presidente e seus apoiadores estavam separados por uma grade
Brasil
Transporte aéreo de cargas cai mais que a metade durante pandemia
Brasil
AO VIVO – Reunião de Bolsonaro com governadores
Brasil
Vídeo: namorada atira em delegado e se mata
Brasil
Regina Duarte deixa a secretaria de Cultura
Brasil
Mandetta diz que números são muito preocupantes
Brasil
Brasil registra 1.179 mortes hoje e crise muda de patamar
Brasil
Pazuello nomeia nove militares para cargos no Ministério da Saúde
Brasil
Divulgado calendário de pagamento da 2ª parcela do auxílio; Confira

Mais Lidas

Polícia
Choque faz maior apreensão de maconha da capital: mais de 3t
Saúde
Brasil tem 23.473 mortes pelo novo coronavírus, diz ministério
Entrevista
Alexandre Magno, a nova voz do MP, ao vivo nesta terça
Política
Moro defende apuração de 'circunstâncias anormais' da exoneração de Valeixo