Menu
Busca sábado, 22 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Brasil

Se a pasta de Segurança for reformulada, Moro continua, garante Bolsonaro

A afirmativa do presidente acontece um dia depois do encontro com secretários de segurança pública

23 janeiro 2020 - 15h38Mauro Silva, com informações da Veja

O ministro, Sérgio Moro, continua na Justiça mesmo se o  Ministério da Segurança Pública seja recriado, garantiu o presidente, Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira (23) antes de embarcar para a Índia, na saída do Palácio da Alvorada. A separação das pastas é uma demanda de secretários estaduais de segurança que não foi descartada pelo presidente.

“Se for criado (o Ministério da Segurança), aí ele (Moro) fica na Justiça. É o que era inicialmente. Tanto é que, quando ele foi convidado, não existia ainda essa modulação de fundir com o Ministério da Segurança”, garantiu Bolsonaro.

A afirmativa do presidente acontece um dia depois do encontro com secretários de segurança pública, onde Bolsonaro prometeu estudar a reformulação da estrutura ministerial.  “É comum receber demanda de toda a sociedade. E ontem (quarta-feira) eles (secretários de segurança) pediram para mim a possibilidade de recriar o Ministério da Segurança. Isso é estudado. Estudado com o Moro. É lógico que o Moro deve ser contra, né? Mas é estudado com os demais ministros”, afirmou Jair.

A provável reformulação do Ministério da Segurança seria uma derrota para Moro, pois assim ele perderia suas principais bandeiras como a queda na taxa de homicídios. Além disso, a pasta da Justiça sofreria um esvaziamento, com a saída da Polícia Federal (PF), que hoje responde administrativamente à Justiça.

Conforme o presidente da República, Rodrigo Maia (DEM), que preside a Câmara, é a favor da recriação da pasta de Segurança.  “Acredito que a Comissão de Segurança Pública (da Câmara), como trabalhou no passado, também seja favorável. Temos que ver como se comporta esse setor da sociedade para melhor decidir”, concluiu.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Bacci relata ameaças após anunciar morte ao vivo
Brasil
Silvio não quer demitir a filha, diz colunista
Brasil
Silvia Abravanel pede demissão ao pai depois de se envolver em polêmica
Brasil
Ninguém acerta e Mega-Sena acumula em R$ 190 mi
Brasil
Morre, aos 83 anos, o “Zé do Caixão”
Brasil
Cid Gomes é baleado no Ceará
Brasil
Lula e Alcolumbre devem se reunir nesta quarta para falar sobre política
Brasil
Possível ganhador da Mega poderá ter R$ 440 mil, por mês, o resto da vida
Brasil
Secretário descarta privatizar Petrobras, Caixa e Banco do Brasil
Brasil
Intenção de consumo das famílias sobe em fevereiro, diz CNC

Mais Lidas

Cidade
Força tarefa minimiza estragos da chuva
Geral
Prefeito fica preso em elevador da prefeitura
Esportes
Nadador de MS disputa competição junto à seleção brasileira
Polícia
Funcionários da Receita encontram jibóia de 3 metros no posto fiscal