Menu
Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2024
TJMS Maio24
Cidade

Passe de ônibus passa a ser de R$ 4,65 na Capital

Anúncio foi feito pela prefeita Adriane Lopes nesta terça-feira; Nova tarifa começa a valer a partir de 1º de março

14 fevereiro 2023 - 16h02Pedro Molina e Brenda Leitte    atualizado em 14/02/2023 às 17h42

Durante coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira (14), a prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes, confirmou a nova tarifa do transporte público da Capital, que deverá ficar em R$ 4,65. Nova tarifa começa a valer a partir de 1º de março.

“Trabalhos em equipe, em parceria com a Câmara dos Vereadores e demais órgãos aqui apresentados, para chegar no menor impacto possível para o usuário do transporte coletivo de Campo Grande”, explicou a prefeita sobre o novo valor. A chefe de executivo municipal também afirmou que o aumento de 0,25 centavos na tarifa já implica em melhorias no transporte público e terminais. "Essa foi a tratativa com o consórcio. Estão sendo estudadas meios de melhorias para os próximos meses já", completou.

A nova tarifa, de R$ 4,65 é menor que o valor previamente discutido, e levando em consideração o uso de dois passes diariamente, deverá ter um impacto de R$ 10 por mês nas contas dos usuários da Capital.

O novo valor para a passagem só pôde ser definido com o Consórcio Guaicurus após o Estado definir o repasse para a isenção da taxa dos estudantes da Rede Estadual de Ensino, que foi anunciado nessa segunda-feira (12).

Além do subsídio por parte do governo do Estado, outro fator que influenciou no valor foi o projeto 853/23, aprovado por maioria durante Sessão Ordinária na Câmara dos Vereadores na manhã de hoje, que isenta o Consórcio do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) em cerca de R$ 10,8 milhões. Caso o imposto não tivesse sido zerado, nova tarifa seria de R$ 4,85.

Além disso, Adriane ainda destacou que levará até Brasília um pedido para reajuste do subsídio que garante a gratuidade do transporte público para os idosos da Capital.

O reajuste ocorre anualmente, e a previsão é que em março de 2024 o Consórcio Guaicurus já se prepare para outro aumento na tarifa. O contrato de concessão do transporte público para a empresa vai até 2034.

Estiveram presentes na reunião, além da prefeita e representantes do Consórcio, diversos vereadores e o secretário de finanças da Capital, Mário César Oliveira da Fonseca.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agetran
Cidade
Veja as ruas que estão interditadas na Capital neste fim de semana
Imposto de Renda da Receita Federal
Cidade
Precisa de ajuda? Alunos fazem mutirão gratuito para ajudar no IR neste sábado
Vacinação
Cidade
Campo Grande tem plantão de vacinação neste sábado; veja onde se vacinar
Fumacê em Campo Grande
Cidade
Tarumã e Moreninhas recebem Fumacê nesta sexta-feira
Foto: Águas Guariroba
Cidade
Campo Grande é premiada por destaque em baixo nível em perdas de água
Agente de trânsito orientando sobre vias bloqueadas
Cidade
Fique atento: Interdições no trânsito começam nesta sexta-feira na Capital
Fogo destruiu a parte externa do supermercado
Cidade
JD1TV: Vídeo mostra fogo 'tomando conta' de mercado do São Jorge da Lagoa
Área externa do Pires ficou completamente destruída
Cidade
JD1TV: Incêndio destrói parte de supermercado no São Jorge da Lagoa
Foto: PMCG
Cidade
Estão abertas as inscrições de barracas para o Arraial de Santo Antônio
Incêndio devastou boa área de mata do terreno
Cidade
JD1TV: Incêndio em terreno assusta moradores na Avenida Afonso Pena

Mais Lidas

Conhecido como 'Fumaça', Ricardo Vera, era muito conhecido no mundo do crime
Polícia
Corpo encontrado com pés e mãos amarradas e amordaçado é identificado
Área externa do Pires ficou completamente destruída
Cidade
JD1TV: Incêndio destrói parte de supermercado no São Jorge da Lagoa
Estreia nesta sexta-feira o documentário, 'Omertà, Caso Matheus'
Geral
Estreia nesta sexta-feira o documentário, 'Omertà, Caso Matheus'
Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha
Política
Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha