Menu
Busca quarta, 05 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Cidade

No MPE, prefeitura e UFMS assinam termo para planejar obras de pavimentação

Em coletiva de imprensa no Ministério Público Estadual, prefeitura e universidade firmam convênio

24 agosto 2018 - 11h32Da redação

Na manhã desta sexta-feira (24) o Ministério Público Estadual (MPE) promoveu uma coletiva de imprensa onde foi assinado o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Prefeitura Municipal de Campo Grande, além do convênio firmado entre a prefeitura e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Estiveram presentes o procurador-geral de Justiça, Paulo Cezar dos Passos, o reitor da UFMS, Marcelo dos Santos Turine, o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad e o secretário Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese. 

O objetivo da parceria assinada no termo é a adoção de medidas para o planejamento correto para futuras obras de pavimentação na capital. O prefeito Marquinhos Trad enfatizou que a parceria e para fazer um trabalho preventivo nas obras de pavimentação. “Essa assinatura de hoje não é fruto de uma semana trabalho. Nós estamos realizando reuniões com técnicos com pessoas especializadas, mestres, doutores e professores, envolvendo um órgão federal, um estadual e um municipal.”

Marquinhos ainda garantiu que nos próximos anos, Campo Grande terá uma pavimentação totalmente diferenciada, com qualidade para os cidadãos da capital. “O primeiro passo foi dado com planejamento responsável, sério e maduro. Nós vamos entregar as ruas de nossa cidade, num período de dez anos absolutamente diferente do estresse que vocês têm de andar das ruas atuais da nossa cidade”.

O reitor da UFMS, Marcelo Turine, disse que a parceria é um presente que a universidade dá ao município pelos 119 anos de existência. “Esse é um presente pelos 119 anos de Campo Grande. É a primeira vez na história da universidade que vamos,  juntamente com o Ministério Público, pactuar um acordo de cooperação, onde nós disponibilizamos nossos laboratórios científicos e o nosso corpo técnico de doutores em prol de um processo de planejamento de construção. É um modelo inovador, que tem que ser referência para o Brasil, e que este modelo se replique em outras áreas, nas quais há uma necessidade de aprofundar estudos científicos para que possamos atingir nossos objetivos para a sociedade como um todo.”

O procurador-geral de Justiça de MS, Paulo Cezar dos Passos, enfatizou a missão do Ministério Público, que é a defesa da democracia e dos interesses da sociedade. “Um dos interesses da sociedade é o gasto do dinheiro público. Esse tema, desse acordo, é objeto de ações judiciais de investigação no âmbito federal e estadual e que repercute diretamente na população, seja na nossa qualidade de vida, seja na má aplicação da verba pública. Nós temos um papel a cumprir, o cargo não é nosso, nós representamos a sociedade”.

A coletiva também contou com a presença de Antonio Siufi Neto, que é corregedor-geral Substituto do MP e Coordenador do Centro de Apoio Operacional das promotorias de Justiça do Patrimônio Público e Social, Adriano Lobo Viana de Resende, 29° promotor de Justiça do Patrimônio Público da Capital e Daniel Anijar de Matos, Professor do Curso de Engenharia Civil da UFMS.

Procurador-geral de Justiça, Paulo Cezar dos Passos,  reitor da UFMS, Marcelo dos Santos Turine e o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Marquinhos diz que não há necessidade de lockdown
Cidade
Defensoria teria “atropelado” ação por aumento de leitos
Cidade
Defensoria quer “fechar” Campo Grande por 14 dias; saiba porquê
Cidade
Marquinhos diz que, nas blitze, “97% das pessoas estão legais”
Cidade
MP deixa força-tarefa noturna contra a Covid
Cidade
Mistério: arara vermelha amanhece branca na capital
Cidade
Vídeo: em tom grave, Marquinhos diz que fará blitze “assustadoras” a partir de hoje
Cidade
Fumacê passará por oito bairros da capital nesta terça
Cidade
Vídeo: Marquinhos amplia horário de funcionamento do comércio
Cidade
Veja os bairros que recebem o fumacê nesta quarta-feira

Mais Lidas

Justiça
"Fecha ou não fecha", Justiça dá três dias para Marquinhos se posicionar
Internacional
Área de explosão tinha galpões com produto químico, diz Governo Libanês
Justiça
TJ bate recorde em julho
Internacional
Sobe para 50 número de mortos por explosão em Beirute