Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Cultura

Espetáculo de dança 'Maria, Madalena' acontece hoje no Aracy

25 julho 2013 - 12h01Com informações da assessoria
Hoje (25), às 20h, o Conectivo Corpomancia realiza o espetáculo de dança contemporânea “Maria,Madalena” no teatro Aracy Balabanian, no Centro Cultural José Octávio Guizzo, em Campo Grande/MS. A apresentação, que aborda as questões do feminino na sociedade atual, integra a programação do Projeto Cena Som, da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. Após a sessão haverá um debate sobre o tema com as psicólogas Cris Duarte e Lika Rodrigues.

“Maria, Madalena”, por meio da estética aberta da dança contemporânea, trata das questões do feminino e questiona os polos vividos pela mulher na sociedade atual. O espetáculo foi construído como uma experiência coletiva sobre o que é ser mulher nos dias de hoje por meio das próprias convivências, afetos, desejos, relações, limites e diferenças de suas criadoras.

A construção começou quase como uma brincadeira. Miriam Gimenes e Roberta Siqueira, ex integrantes do primeiro elenco da Ginga Companhia e Dança, depois de 17 anos, se desafiaram a voltar a dançar no palco. A proposta era romper uma barreira raras vezes superada em Mato Grosso do Sul, onde a carreira dos bailarinos costuma terminar muito cedo.

Chico Neller, diretor e coreógrafo residente da Ginga Companhia de Dança, a Cia. mais expressiva do estado, foi convidado a dirigir o espetáculo com seu olhar meticuloso. Franciella Cavalheri, intérprete-criadora do Conectivo Corpomancia, entrou para fazer a intercessão entre os polos Maria e Madalena. Durante o processo de criação, Miriam engravidou e foi substituída por Letícia Toralles, também ex integrante da Ginga. O espetáculo estreou em setembro de 2011 como parte do projeto Palco Giratório do Sesc.

Em 2012, “Maria, Madalena” passou por uma remontagem com a saída de Letícia e entrada de Ana Maria Rosa, integrante do Conectivo Corpomancia e ex bailarina da Ginga. O novo formato foi apresentado no décimo terceiro Festival de Inverno de Bonito e na Bienal de Teatro no MS, Cena Agora. Em 2013, o espetáculo ganhou uma nova contribuição importante – a co-direção de Diógenes Antônio, coreógrafo experiente e também ex integrante da Ginga.

A trilha musical foi feita pelo jovem compositor e pianista Bruno Piazza, que participou da gravação do DVD Multishow Ao Vivo da cantora Maria Gadú, compôs trilhas para alguns filmes e em 2012 lançou CD em parceria com o músico Pedro Altério.

Ingressos
Os ingressos custam R$ 15 e R$ 7,50 (meia). Podem ser comprados antecipadamente na livraria Le Parole, rua Euclides da Cunha, 1126 e no Movimente Espaço de Danças, rua Brigadeiro Tobias, 956 – Taquarussu ou na hora, na bilheteria do teatro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Acontece hoje a 1ª Parada online da Cidadania e do Orgulho LGBTQIA+/MS
Cultura
Feira Central “ressuscita” apresentações musicais nesta quinta
Cultura
Júlio Cocielo se tornou réu na Justiça de São Paulo sob acusação de racismo
Cultura
"Posso ver meus filhos novamente" diz Wesley Safadão após resultado negativo do exame da covid-19
Cultura
Toots Hibbert, a lenda do reggae, morre aos 77 anos na Jamaica
Cultura
Lives: Maiara e Maraísa e Marcos e Belutti agitam esta sexta
Cultura
DJ Danilo Bachega comemora 25 anos de carreira com remix de Lulu Santos
Cultura
Jads e Jadson fazem live hoje
Cultura
Autocine deste domingo tem atração para criançada e com “A raposa má”
Cultura
Carnaval de Corumbá entra para o calendário oficial de MS

Mais Lidas

Geral
Pastor Mauro terá cortejo fúnebre e enterro só para a família
Geral
Loubet, Patrícia & Adriana marcam retomada de eventos com público
Geral
Rudel do Detran, diz que novas regras de trânsito "reduzem burocracia"
Saúde
Santa Casa recorre ao CRM contra colapso