Menu
Busca quinta, 04 de junho de 2020
(67) 99647-9098
Cultura

Governo lança Edital do FIC 2011

25 dezembro 2010 - 14h10
O Governo de Mato Grosso do Sul, por meio de sua Fundação de Cultura (FCMS), publicou no Diário Oficial do Estado do dia 20 o Edital de inscrição de projetos culturais para o Fundo de Investimentos Culturais de Mato Grosso do Sul (FIC/MS) – 2011. O período para inscrições vai até 2 de fevereiro de 2011. Com a publicação do edital a FCMS vai contemplar a produção cultural sul-mato-grossense em suas mais diversas manifestações, priorizando a circulação de bens culturais por todas as regiões do Estado, como forma de ampliar o acesso do público e, sobretudo, estimular a formação de novas plateias, tomando por referência a lei nº 2.726, de 2 de dezembro de 2003, que dispõe sobre as diretrizes da Política de Cultural para o Estado de Mato Grosso do Sul. Segundo Américo Calheiros, presidente da FCMS, o FIC possibilita às pessoas ligadas à arte e à cultura concretizar seus projetos, estimulando essas atividades, fortalecendo, dinamizando e intensificando o calendário cultural de Mato Grosso do Sul. A novidade para o FIC de 2011 é a ampliação de 20% do investimento: “Com o aumento do recurso será possível para o Estado divulgar, ainda mais, a nossa cultura, valorizando a produção cultural local, independente da área ou segmento”, avalia Edílson Aspet, gerente do FIC. FIC Nos últimos três anos, o Governo de Mato Grosso do Sul tem investido de forma significativa na ampliação da cultura, trazendo para o Estado recursos provenientes de verbas parlamentares ou parcerias com entidades público/privadas que deram resultados expressivos, como os projetos Brasil Canta MS, Eu Faço Cultura e o Interação. Aproximadamente R$ 500 mil do FIC foram investidos em publicações de obras literárias, e mais de R$ 890 mil em produtos musicais como CDs, DVDs, shows e aquisição de instrumentos para bandas, fanfarras e orquestras. O cantor e produtor cultural Guga Borba foi um dos contemplados com o FIC para a produção do CD solo Apneia. Sem os 18 mil investidos no pelo governo no CD, Guga avalia que seria praticamente impossível viabilizar com recursos próprios a realização do projeto. “O mais importante é o apoio que o governo dá não apenas à área musical, mas a todas as formas de arte desenvolvidas em Mato Grosso do Sul,” declara. Com os R$ 3 milhões investidos em projetos oriundos da sociedade civil o governo realizou 17 produções nas artes cênicas, 18 projetos de pesquisas em Folclore, História e Patrimônio Histórico e investiu cerca de R$ 375 mil em produções audiovisuais, exposições de artes e atividades artesanais. O investimento contemplou diretamente os municípios de Campo Grande, Corumbá, Dourados, Rio Brilhante, Aquidauana, Ivinhema, Sete Quedas, Amambai, Ponta Porã, Brasilândia, Caarapó, Corguinho, Maracaju, Coxim, Douradina, Bonito e Três Lagoas. Serviço O edital com as normas para enviar os projetos para o FIC encontra-se disponível no site da FCMS: www.fundacaodecultura.ms.gov.br. O Diário oficial do dia 20 de dezembro com a publicação na íntegra do Edital está disponível no site do Diário Oficial do Estado (DOE) www.imprensaoficial.ms.gov.br . Gerência do FIC: (67) 3316-9320 begin_of_the_skype_highlighting (67) 3316-9320

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Lives de hoje: Michel Teló, Skank, David Guetta e mais shows para ver em casa
Cultura
“Tamojunto” fará ação solidária recebendo alimentos por chopp
Cultura
UFMS estuda revitalizar Autocine
Cultura
Retrô? Bosque dos Ipês terá cinema drive-in
Cultura
Live Solidária traz nomes da música gospel de MS
Cultura
V12 faz live hoje e divulga set das músicas
Cultura
Cantora da capital concorre a concurso para cantar em festival europeu
Cultura
Banda V12 fará Live com clássicos do Rock nacional e internacional
Cultura
Jatinho com Gusttavo Lima e Leonardo faz pouso de emergência no Pantanal
Cultura
"Poema na Quarentena MS" reúne escritores em redes sociais

Mais Lidas

Geral
Filho de vereadora morre após passar mal em futebol
Cidade
Com a pandemia, mil trabalhadores já foram demitidos na rodoviária, alerta sindicato
Justiça
MPF pede arquivamento de inquérito contra Adélio por facada em Bolsonaro
Polícia
Após chamar Caio de “resto de incêndio”, Renatto fala em brincadeira diz estar arrependido