Menu
Busca terça, 27 de julho de 2021
(67) 99647-9098
Senai - EAD_senai_tecnico
Cultura

Sertanejos entram na Justiça e cobram autoria da música 'Bará Berê'

11 agosto 2013 - 07h41Via G1
Os cantores Thiago Rodrigues Monteiro e Luis Augusto Ferreira, que até 2012 formavam a dupla sertaneja Bruno Camacho e Cuiabano, pedem na Justiça uma indenização milionária por supostamente serem os autores da música "Bará Berê". O hit foi sucesso nas vozes de Cristiano Araújo e Michel Teló durante todo o ano passado. Segundo informou ao G1 o advogado da ex-dupla, Thiago Felipe de Oliveira, o valor da ação, que ainda seria apurado caso o processo fosse favorável a eles, passaria de R$ 2 milhões.

De acordo com Thiago, em novembro de 2011, Bruno Camacho e Cuiabano foram convidados pela produção de Cristiano Araújo para conhecer o estúdio do cantor, em Goiânia, e mostrar algumas composições. Dentre as músicas, estaria "Bará Berê". "Eles ficaram receosos de mostrar [a canção] porque ela ainda não havia sido registrada", explica o advogado.

Após a insistência de Raynner Ferreira Coimbra de Jesus, empresário de Cristiano, os dois resolveram cantar e a música foi gravada no celular de Raynner, que alegou não ter problemas, pois não tinha a intenção de lançar a canção. "Eles confiaram, gravaram e foram embora. Cerca de três semanas depois, indo para um ensaio, eles ouviram a música na rádio e ficaram desesperados", afirma.

A ação tramita na 9ª Vara Cível de Goiânia. Ao todo, oito pessoas e instituições são citadas no processo. Além de Teló, Cristiano e Raynner, são apresentados como réus o cantor e compositor Dogival Dantas, tido como real autor da canção, e as empresas Talismã Administradora de Shows Musicais LTDA, Efeitos Produções, Gravadora Som Livre LTDA e Apple Computer do Brasil LTDA.

A assessoria de imprensa de Cristiano Araújo, que também responde por Raynner, pela Talismã e pela Efeitos, disse ao G1, por telefone, que antes da gravação da música foi realizado uma busca e o autor Dogival Dantas foi devidamente identificado, autorizando todo o processo. "Dessa forma, não há quaisquer irregularidades". Ainda segundo a assessoria, em momento oportuno, tanto o cantor quanto as empresas buscarão medidas legais contra o que considerou "falsa denúncia" por parte de Bruno Camacho e Cuiabano.

O G1 também teria tentado falar sobre o caso com a assessoria de Michel Teló, mas ninguém teria atendido aos telefonemas. O advogado do compositor Dogival Dantas foi procurado, mas não foi encontrado. A gravadora Som Livre e a Apple Computer não responderam até a publicação da reportagem.

Fim da dupla
No final de 2012, Bruno Camacho e Cuiabano desfizeram a dupla. Atualmente, cada um segue carreira solo e se apresentam em bares de Goiânia. "Depois disso, a dupla até tentou continuar, mas acabou terminando. Se não fosse isso, estavam juntos até hoje", acredita Yan Parada, produtor dos cantores e que atualmente trabalha com Bruno Camacho.

O advogado Thiago Felipe Oliveira diz que seus clientes querem ser ressarcidos por toda a quantia que os réus do processo lucraram através da música. "Se ganharmos a causa, o valor da indenização será apurado. Ainda não temos uma quantia exata, mas os números giram entre R$ 2 milhões e R$ 5 milhões", afirma.

Thiago garantiu ainda que tem como comprovar que a ex-dupla é realmente autora da canção mesmo não tendo registrado-a. Segundo ele, estão anexados ao processo itens como vídeos, clipes e discos que legitimariam a criação.

Por enquanto, nenhuma audiência do processo aconteceu ou foi marcada.
Cruzeiro do Sul - 44 anos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
É artista? Confira se foi selecionado para a 2ª temporada do projeto Concha Acústica
Cultura
Acontece hoje: apresentação solo ´Sob Controle'
Cultura
Projeto "Café e Literatura" promove conversa entre escritores e leitores
Cultura
Fundação Manoel de Barros realiza "2º Concurso de Pintura" para a pessoa idosa
Cultura
Confira os nomes dos selecionados para os shows do 'Som da Concha 2021'
Cultura
Projeto de restauração da Igreja da Tia Eva foi entregue hoje
Cultura
Revitalização do viaduto da Afonso Pena com Ceará é entregue
Cultura
Concurso cultural premiará artesões com obras de referência do Estado
Cultura
Marco e Concha Acústica passarão por reforma avaliada em R$ 300 mil
Cultura
Rodada de Negócios do Artesanato de MS abre inscrições para artesãos

Mais Lidas

Polícia
Homem enforca familiar após piada com derrota do São Paulo para o Flamengo
Polícia
Nem após cometer suicídio jovem escapa de assalto no Jardim Noroeste
Cidade
Foi selecionado? Prefeitura convoca aprovados em dois processos
Geral
Homem fuma maconha, escala montanha e cai de altura de 12 metros; veja vídeo