Menu
Busca terça, 07 de abril de 2020
(67) 99647-9098
TJMS Topo
Educação

Weintraub diz que falhas no Enem "não são estatisticamente significativas"

Ministro da Educação afirma que erros foram exagerados por "chuva de fake news"

11 fevereiro 2020 - 11h54Sarah Chaves, com informações da assessoria

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, falou durante reunião da Comissão de Educação (CE), nesta terça-feira (11) que as falhas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019, “não são estatisticamente significativas” e que resultaram em notas erradas para apenas 5,1 mil dos cerca de 4 milhões de candidatos que fizeram a prova.

“Cinco mil e cem pessoas do universo de 4 milhões individualmente são relevantes, mas estatisticamente não é significativo. Quando falamos que estatisticamente não é significativo, significa que é zero o impacto”, disse.

Em sua exposição inicial, Weintraub afirmou que veio ao Senado esclarecer “a chuva de fake news” que caiu sobre o Ministério da Educação (MEC) depois da mais recente edição do Enem. Segundo ele, muito do que foi noticiado é “maldade”, “distorção” e “mentira”. “ Teve uma chuva de fake news, mas eu já estou acostumado”, afirmou.

Segundo Weintraub, “foi o melhor Enem de todos os tempos, com menor índice de problemas e de menor impacto”, pois de acordo com o ministro, não houve fraude nem vazamento de questões, como ocorrera antes.“Não estou falando que não teve erro nenhum. Só tem um Enem que vai ser melhor do que esse de 2019: o deste ano”, garantiu.

De acordo com o ministro, as falhas foram devido a um problema de impressão das provas e cadernos de questões e afirmou que esse tipo de erro já teria ocorrido em edições anteriores do Enem, mas que esta foi primeira vez em que o fato foi percebido. Ele reforçou que as notas foram todas corrigidas antes da inscrição dos candidatos no Sistema de Seleção Unificada (SiSU), que classifica os estudantes para as universidades a partir das notas do Enem.

“Não checamos só as 5,1 mil, nós revisamos 4 milhões de provas e corrigimos novamente com os quatro gabaritos. A gente passou todas as provas por quatro gabaritos para ter certeza que ninguém teria uma nota mais baixa”, finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Pais e alunos podem acessar atividades durante isolamento social
Educação
Senador apresenta projeto para suspender as provas do Enem
Educação
Funsat disponibilizará 32 cursos online profissionalizantes
Educação
Inep publica cronograma de inscrições, requerimentos e provas do Enem
Educação
UFMS se une à OMS e Fiocruz para testar tratamentos contra o coronavírus
Educação
Famílias receberão “kit alimentar” a partir da próxima semana
Educação
"Suspensão de aulas não irá interferir nas férias de julho", diz secretária
Educação
Reinaldo suspende aulas a partir da próxima segunda
Educação
Programa Vale Universidade Indígena inícia fase de inscrições
Educação
Harmonia suspende aula após pai de crianças ser testado positivo para coronavírus

Mais Lidas

Polícia
Dois adolescentes de 14 anos esfaqueiam professor até a morte
Política
Câmara da capital aprova 6 planos de carreiras da Saúde
Política
Profissionais da Saúde receberão acompanhamento psicológico
Cidade
Camelódromo adota medidas de biossegurança para reabertura