Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Esportes

Ausência de Messi faz Neymar virar o centro das atenções contra o Celtic

01 outubro 2013 - 10h47Via Globoesporte.com
Chegou a hora de Neymar. Com Messi lesionado e ausente por um período que pode durar até três semanas, o brasileiro será o protagonista do Barcelona no duelo desta terça-feira contra o Celtic, pela segunda rodada do Grupo H da Liga dos Campeões. Das coletivas de imprensa do técnico Tata Martino e do meia Fàbregas, à chegada da delegação a Glasgow, na Escócia, tudo está girando em torno do ex-santista. O jornal "Mundo Deportivo" destaca: "o camisa 11 aceita o desafio e está pronto para assumir a liderança da equipe".

O atacante poderá desempenhar um papel diferente contra os escoceses. O treinador argentino não descarta utilizá-lo como um "falso nove", jogando mais adiantado. A mudança é uma das possibilidades que Martino tem estudado por causa dos vários desfalques que terá. Além do camisa 10, estão no departamento médico Alba, Mascherano, Puyol, Cuenca e Afellay. Sem opções, Tata teve que convocar dois jogadores do Barça B, Sergi Gómez e Patric.

No Celtic, há uma vibração pela ausência de Messi. Neymar é elogiado, mas ainda não parece causar o mesmo temor que o companheiro argentino. O técnico Neil Lennon não espera ver o brasuca trabalhando em uma função diferente da que vem apresentando desde que passou a estar mais acessível aos olhos dos europeus.

"Ele é muito diferente de Messi. Neymar joga pela esquerda, mas no momento não é comparável a Messi. O único com quem ele pode ser comparado agora é Cristiano Ronaldo".

O retorno do Barcelona a Glasgow rende boas recordações aos torcedores do Celtic. Na temporada passada, também pela fase de grupos, o Alviverde venceu os catalães por 2 a 1, um dia antes da comemoração dos 125 anos do clube. Um belo presente que se tornou um dos dias mais memoráveis da história da equipe. A vantagem do Barça contra o adversário desta terça não é tão grande nas competições europeias. Em oito confrontos, são quatro vitórias, dois empates e duas derrotas.

O Celtic venceu sete das últimas nove partidas em casa em compromissos internacionais, com apenas uma derrota. Na atual campanha da Champions, o time já disputou três jogos no Celtic Park e ainda não sofreu gols. O Barcelona não costuma ter muito sucesso na Escócia. Ao todo são três derrotas, um empate e duas vitórias.

No outro jogo do Grupo H, o Ajax receberá o Milan. Os holandeses foram goleados por 4 a 0 pelo Barça na estreia, e os italianos venceram o Celtic por 2 a 0 no San Siro. Os Rossoneri poderão contar com Balotelli, que cumpre suspensão de três jogos na Itália, mas está livre para jogar partidas europeias. As principais ausências são as de Kaká e El Shaarawy. O adversário não poderá utilizar o atacante Bojan, que teve uma rápida passagem pelo Rubro-Negro na temporada passada.

Frank de Boer estreou como técnico interino do Ajax contra o Milan, além de ter sido campeão da Liga dos Campeões com a equipe como jogador vencendo o time italiano na decisão em 1995. Para o jogo desta terça, o comandante pede atenção especial a Balotelli, fazendo uma surpreendente comparação:

"Messi é um jogador que pode decidir uma partida e Balotelli é o mesmo. Balotelli é um jogador fantástico e a seu lado estão jogadores que também podem fazer a diferença".

Grupo G: a força de Hulk
O atacante Hulk é a principal atração do duelo entre Zenit e Áustria Viena, nesta terça, pela segunda rodada do Grupo G. Além de ter voltado à Seleção após um período lesionado, o paraibano vive sua melhor fase em território russo. Na semana passada, foram quatro gols e três assistências em três jogos, elevando o time de São Petersburgo à liderança do campeonato nacional com três pontos de vantagem sobre o segundo colocado Lokomotiv. Em competições internacionais, as estatísticas animam: apenas uma derrota nos últimos 23 duelos.

"Eles têm um ótimo time. Hulk, por exemplo, é um jogador de nível mundial e poderia jogar no Barcelona ou em qualquer clube do planeta" destacou Nenad Bjelica, treinador do Áustria Viena.

O Atlético de Madri fará uma visita ao Porto sem Diego Costa, que também se encontra em estado de graça. O brasileiro, que vem sendo cotado na seleção espanhola, foi o destaque da vitória no clássico contra o Real Madrid, mas cumpre suspensão em jogos internacionais. Sem o brasileiro, David Villa torna-se a grande esperança de gols dos Colchoneros.

"David Villa é muito importante para nós. Ele se movimenta, é bom com a bola e, o mais importante, faz gols" elogiou o técnico Diego Simeone.

Grupo F: fator Higuaín
Principal contratação do Napoli para a temporada, o atacante argentino é dúvida para o confronto contra o Arsenal, em Londres, nesta terça. Caso entre em campo, Higuaín jogará sua 50ª partida na Liga dos Campeões (foram 48 com o Real Madrid). O jogador fez nove gols. Os napolitanos têm um bom começo de campanha. Na Série A ocupam a segunda colocação com dois pontos a menos que o líder Roma, com cinco vitórias e um empate. Na estreia pela Champions, venceram o Borussia Dortmund por 2 a 1.

O técnico Arséne Wenger, dos Gunners, terá vários desfalques: Walcott, Cazorla, Oxlade-Chamberlain, Diaby, Podolski e Sanogo. Após a vitória sobre o Olympique de Marselha fora de casa na estreia, o comandante passou a acreditar que o Arsenal conseguirá avançar para as oitavas se vencer todos os desafios no Emirates Stadium.

O Borussia receberá o Marselha em busca da primeira vitória no grupo. Atual vice-campeão da competição, o time alemão não terá o treinador Jürgen Klopp, que cumpre suspensão, no banco de reservas. O zagueiro Hummels disse que a ausência do chefe não fará muita diferença.

"Para uma partida não é problema. Hummels disse que não se importava se eu estivesse na primeira fila ou lá em cima, mas você tem a responsabilidade de influenciar o jogo do banco de reservas. Mas é muito mais problemático o fato de eu não poder estar no vestiário antes do apito inicial e durante o intervalo".

Grupo E: sinal amarelo para Mourinho
O retorno de José Mourinho ao Chelsea tem sido pouco inspirador. Os Blues perderam para o modesto Basel na estreia da Champions e ocupam a quinta posição no Campeonato Inglês. O português está sentindo a pressão. Nesta segunda, abandonou a coletiva de imprensa por ter se irritado com uma das perguntas. Os londrinos visitarão o Steaua Bucareste, em uma boa oportunidade para acalmar os ânimos.

"Um novo treinador deve começar as coisas do zero e normalmente o time volta à condição ideal em três meses" explicou Mou, justificando o início marcado por altos e baixos.

O Schalke 04 visitará o Basel na Suíça aguardando boas notícias dos médicos. O meia Draxler, visto como uma das sensações do futebol alemão, segue em observação. O goleador Huntelaar não jogará, mas Boateng, principal reforço do ano, estará presente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Moreninhas terá Torneio de Pênaltis com prêmios em dinheiro
Esportes
Covid-19: com seis infectados, Flamengo encara Barcelona-EQU nesta terça
Esportes
Com uma novidade de Tite em convocação para início das Eliminatórias
Esportes
Em emendas parlamentares, esporte de MS recebe R$ 1,64 milhão
Esportes
Vídeo: Corinthians é recebido com protesto pela torcida no aeroporto
Esportes
Vídeo - Neymar é expulso por dar tapa em jogador que o chamou de "macaco"
Esportes
Projeto Amigos do Parque volta neste final de semana
Esportes
Moreninha lll ganhará pista de skate e quadra de areia
Esportes
Messi se reapresenta ao Barcelona após tentativa frustrada de saída
Esportes
São Paulo e Fluminense se enfrentam pelo Brasileirão neste domingo

Mais Lidas

Polícia
Operação manda mais 580 pessoas pra casa após toque de recolher
Educação
Audiência pública aponta que não há condições para volta às aulas na Capital
Polícia
Idoso é encontrado morto em valeta
Geral
Governo da início ao processo de licitação para restauração do Centro Cultural José Octávio Guizzo