Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Esportes

Sem Messi, melhores da Bola de Ouro duelam por vaga na final da Euro

27 junho 2012 - 10h57Reprodução / G1

Lionel Messi à parte, os principais jogadores do futebol mundial nos últimos anos estarão em campo em Donetsk, na Ucrânia, nesta quarta-feira. O duelo entre Portugal e Espanha por um lugar na final da Eurocopa conta com quatro dos cinco atletas votados entre os três melhores do planeta desde 2008 na eleição da Bola de Ouro da Fifa. Cristiano Ronaldo de um lado; Xavi, Iniesta e, por mais incrível que pareça atualmente, Fernando Torres de outro. A partida começa às 14h45m (de MS).

Portugal passou apenas uma vez das semifinais num grande torneio, e fez isso como anfitrião, na Euro 2004, quando era comandado pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari. Nas outras (nas Euros 1984 e 2000, e nas Copas do Mundo de 1966 e 2006) ficou no quase. Além disso, todas as vitórias sobre a Espanha, seja em amistosos ou jogos oficiais, aconteceram dentro de casa. A última delas, uma goleada de 4 a 0 em Lisboa, em novembro de 2010.

- Aquele jogo não serve de referência para a partida desta quarta. O contexto era completamente diferente para os dois países. Agora estamos falando de uma semifinal de Eurocopa, com duas grandes equipes e 50% de chances para cada lado - afirmou o treinador português, Paulo Bento, que estava à frente da equipe no amistoso.

Do lado espanhol, uma vitória nesta quarta representa igualar um feito que até hoje apenas a Alemanha alcançou: três finais seguidas de grandes torneios. Em 1972, 1974 e 1976, os alemães venceram uma Euro, uma Copa do Mundo e chegaram à final de outra Euro - mas foram derrotados pela Tchecoslováquia nos pênaltis na decisão. Campeã europeia em 2008 e mundial em 2010, a Espanha está a um jogo de fazer o mesmo.

- Vamos disputar um partidaço, duas seleções que estão indo muito bem, com grandes jogadores e nós temos um único pensamento. O mesmo que temos desde o início do torneio: chegar à final e levantar este troféu. Nosso sonho é estar na decisão, alcançar um feito inédito de estar em três grandes finais seguidas - disse o meia Andrés Iniesta, que pretende dedicar uma classificação à final à memória de Miki Roqué, jogador do Betis que morreu vítima de câncer no último domingo.

Real Madrid x Barcelona em campo
Na vitória sobre a França nas quartas de final, por alguns minutos no segundo tempo, a Espanha chegou a ter dez jogadores da dupla Barcelona e Real Madrid no gramado. Na semifinal, ainda estarão outros três nomes do Real Madrid em ação pelo adversário: o zagueiro Pepe, o lateral-esquerdo Fábio Coentrão e o astro maior dos portugueses, Cristiano Ronaldo. Ainda que jogadores dos dois lados não quisessem tocar na rivalidade da Liga Espanhola, o assunto foi inevitável.

- Nós nos conhecemos bem e uns sabem do que os outros são capazes. Mas aqui é uma história diferente. Não deixamos esse tipo de coisa influenciar quando estamos no campo. Cada um vai estar defendendo o seu lado e, depois que o jogo acabar, voltamos a ser amigos - disse o zagueiro e lateral Sergio Ramos, do Real Madrid.

A Espanha tem apenas duas posições indefinidas no time titular que enfrenta Portugal. Mais uma vez, Fàbregas e Fernando Torres disputam uma vaga no ataque. Mas existe ainda a possibilidade de Pedro entrar no lugar de David Silva, para dar mais rapidez ao setor ofensivo. Do lado português, a única alteração em relação às quatro partidas anteriores é a entrada do atacante Hugo Almeida no lugar de Hélder Postiga, lesionado.

Hugo Almeida foi o autor do último gol português no 4 a 0 do último encontro entre as duas equipes, mas é outra partida contra a Espanha naquele mesmo ano que ele não esquece. A vitória espanhola por 1 a 0 nas oitavas de final da Copa do Mundo, que tirou Portugal do Mundial da África do Sul.

- Foi um dia muito duro para nós. Recebi elogios por aquele jogo, mas perdemos. Quero fazer uma grande exibição desta vez novamente e espero que o resultado seja diferente, que possamos ganhar e passar à final. Se puder fazer um gol, melhor ainda. Pode ser com o pé, a cabeça, tanto faz. O importante é a bola entrar.

Nesta tarefa, porém, quem tem sido mais eficiente nesta Euro e nas anteriores é Cristiano Ronaldo. Se fizer um gol diante dos espanhóis, o craque português se igualará ao turco Hakar Sukur e ao dinamarquês Jon Dahl Tomasson como o maior artilheiro de Eurocopas, levando-se em conta as eliminatórias e a competição principal, com 22 gols. Centro das atenções por onde quer que passe na Polônia ou na Ucrânia, Ronaldo afirmou, na chegada a Donetsk, estar confiante de que 2012 será o ano de Portugal.

- Sem dúvida. Eu e todos os jogadores acreditamos e isso é muito importante. As coisas estão a correr bem, vamos jogar uma semifinal e tudo pode acontecer. Quem sabe se o balanço, se o vento inclinar para o nosso lado… Vamos dar o nosso melhor para tentar chegar à final e depois logo se verá.

Via G1

Rota do Pantanal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Moreninhas terá Torneio de Pênaltis com prêmios em dinheiro
Esportes
Covid-19: com seis infectados, Flamengo encara Barcelona-EQU nesta terça
Esportes
Com uma novidade de Tite em convocação para início das Eliminatórias
Esportes
Em emendas parlamentares, esporte de MS recebe R$ 1,64 milhão
Esportes
Vídeo: Corinthians é recebido com protesto pela torcida no aeroporto
Esportes
Vídeo - Neymar é expulso por dar tapa em jogador que o chamou de "macaco"
Esportes
Projeto Amigos do Parque volta neste final de semana
Esportes
Moreninha lll ganhará pista de skate e quadra de areia
Esportes
Messi se reapresenta ao Barcelona após tentativa frustrada de saída
Esportes
São Paulo e Fluminense se enfrentam pelo Brasileirão neste domingo

Mais Lidas

Brasil
Motorista morre ao sofrer descarga elétrica em fazenda
Geral
"A grande culpa é de Sheiza", diz esteticista denunciada pela morte de estudante brasileira
Cidade
Procon Estadual autua seis agências bancarias na capital
Polícia
Jovem é alvejado com seis tiros em espetinho no MS