Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Carcaças de jacarés no pantanal de MS preocupa autoridades

Polícia Militar Ambiental (PMA) afirma que condições em que foram encontradas indicam abate sem critério

13 janeiro 2019 - 13h18Da Redação com Assessoria

O aparecimento de carcaças de jacaré no pantanal de Mato Grosso do Sul preocupa autoridades ambientais na região. Jacarés de diversos tamanhos foram encontrados mortos, boiando no Rio Paraguai. Em muitas delas, há sinais de caça: partes do couro e da carne foram retiradas. A cauda, normalmente é retirada, porque serve de alimento. Os flagrantes foram feitos em Corumbá (MS).

Apenas em 2019, nove pessoas foram autuadas com carne de caça de jacaré. A Polícia Militar Ambiental (PMA) fala em ações isoladas. Segundo José Borges, subtenente PMA, a fiscalização não consegue alcançar todas as regiões do pantanal. Um veterinário da região encontrou um animal abatido a mais de 200 quilômetros da área urbana. O animal teria entre 50 e 60 anos, e apenas sua cauda foi retirada.

O veterinário Rodrigo Leal trabalha para um criadouro e frigorífico de jacarés, no Pantanal, e faz controle e manejo dos animais. "O primeiro sentimento é de revolta, porque além de ser abatido para um aproveitamento parcial, de menos de 15%, era um animal que demorou mais de 20 anos para chegar a uma idade reprodutiva, e estava no ápice", relata.

Segundo pesquisadores, apesar da população de jacarés do pantanal estar sob controle, fica o alerta para uma prática que pode desencadear um desequilíbrio no futuro. Segundo a Embrapa Pantanal, "abater um jacaré sem critérios e utilizar parte do animal, deixando o resto no local, é um exemplo péssimo de como trabalhar essa riqueza biológica".

Trata-se de um risco para o meio-ambiente e para o turismo. Lucenir Alves trabalha há 20 anos levando turistas para navegar pelo Rio Paraguai. Para ela, mostrar a natureza pantaneira nessas condições, é uma preocupação.

''Você não vende uma volta de barco, e sim, um passeio para conhecer o pantanal, para ver os animais. Chegando lá, você não encontra o animal vivo e encontra o morto, os turistas voltam decepcionados."

Alessandro Rossi, turista italiano que veio ao pantanal esperando ver os jacarés, ficou decepcionado: "Foi algo muito triste, uma pena. Eu quis ver o jacaré aqui na natureza, mesmo, mas nao gostei nada", comenta.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Compadre Washigton está internado após assalto
Geral
Onze pessoas morrem e uma fica ferida em chacina
Geral
Motociclista morre em acidente na BR-163
Geral
Ativistas pelos direitos humanos e LGBT são homenageados na capital
Geral
Após investigação, diretor de presídio é dispensado em Dourados
Geral
Reservatório no Distrito Federal chega a 100% de capacidade
Geral
Universidade leva serviços gratuitos à comunidade no próximo dia 25
Geral
CapacitaSUAS avança em MS e estado reforça pioneirismo na Assistência Social
Geral
Mega-Sena pode pagar 7 milhões neste sábado
Geral
Novas medidas deixarão banda larga mais acessível, segundo Anatel

Mais Lidas

Polícia
Troca de tiros termina com homem morto e PM ferido
Educação
Estão abertas as Inscrições para o Encceja
Polícia
Guarda municipal responsável pelo transporte de arsenal é preso
Geral
Motociclista morre em acidente na BR-163