Menu
Busca segunda, 10 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
TJMS agosto/20
Geral

“Ciclone-bomba” pode causar mais estragos hoje, no Sul

O ciclone que deixou moradores sem luz e causou ao menos três mortes deve seguir para o mar, mas pode haver novas rajadas de vento

01 julho 2020 - 12h31Priscilla Porangaba

O ciclone extratropical que fez estragos em cidades da região Sul ontem pode continuar causando ventos fortes na região nesta quarta-feira (1º).

A previsão da Defesa Civil é que o ciclone se desloque para o oceano hoje, mas, até o fim da tarde, ainda há chance de haver novas rajadas fortes de vento, superando os 100km/h.

O mar também deve seguir agitado e com ondas que podem passar de quatro metros e até sete metros. A recomendação é que moradores das regiões afetadas evitem o mar, que deve ficar mais revolto.

Na terça-feira, 30, o ciclone causou ventos de mais de 100km/h, derrubou árvores e gerou até explosões em cidades de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Viagem com cães e gatos para a Argentina é autorizada nesta segunda
Geral
Sanesul mantém suspenso corte de água para famílias de baixa renda
Geral
Há 4 km do destino, homem perde controle da moto em curva, cai e morre
Geral
Focos de incêndios no Pantanal ultrapassam os 3,5 mil apenas em Corumbá
Geral
Nenhum ganhador: Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 11 milhões
Geral
Coronel David deixa hospital e cumprirá isolamento em casa
Geral
Com link de live, defensoria diz que já atuou com a prefeitura na pandemia
Geral
Polícia Civil recebe veículo para ser usado em atendimento assistencial de policiais
Geral
Motoboys protestam em frente a condomínio de homem que humilhou entregador
Geral
Após atitude racista, usuário é banido do Ifood

Mais Lidas

Política
Vereadores da capital votam cinco Projetos nessa terça
Política
Coronel David solicita testes em massa à agentes da Segurança Pública
Política
Dourados tem nova troca de secretário de Saúde
Política
Vice-prefeita de Inocência morre vítima do coronavírus