Menu
Busca sexta, 19 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Festival de gastronomia alia conhecimento e cultura sul-mato-grossense

Cultura, arte e educação reunidos na 2ª edição do evento Comitiva dos Chefes

16 junho 2019 - 11h26Joilson Francelino, com informações da assessoria

Durante três dias, Campo Grande se tornará a capital da Gastronomia em Mato Grosso do Sul, com a realização da 2ª edição do festival gastronômico Comitiva dos Chefes. O projeto idealizado pela personal chef e consultora de gastronomia, Dedê Cesco tem objetivo de fortalecer a cultura regional, a partir do reconhecimento da riqueza de ingredientes que compõem a tradição sul-mato-grossense.

Com apoio de importantes parcerias públicas e privadas, o Festival oferecerá aos visitantes uma programação que envolve a gastronomia local, corredor gastronômico com restaurantes e chefs de cozinha comercializando pratos regionais, praça de alimentação, Espaço Netwhork para empresas, além de artesãos e pequenos produtores rurais vendendo produtos e serviços.

Aliado a esse espaço, a população contará com eventos de formação e capacitação, como mesas redondas e debates, cinema gastronômico, aulas-show, oficinas e vivência sensorial gastronômica com degustação de sabores, música e dança. A expectativa da organização é receber 9.600 visitantes, incluindo turistas e participantes das oficinas e workshops que serão todos gratuitos.

Na avaliação de Dedê, o evento realizado pela segunda vez em Campo Grande, valoriza a culinária tradicional e propõe ainda, um mundo de novas oportunidades para os profissionais do setor, a partir da realização das mesas redondas, oficinas, workshops e aulas show. “Além de incentivar e difundir a boa gastronomia vamos demonstrar a utilização de ingredientes exóticos da nossa fauna e flora, como por exemplo, insetos comestíveis, plantas, flores e frutos”, revela.

Outro ponto ressaltado pela personal chef é motivar o mercado gastronômico do Estado, para que reflita sobre sua responsabilidade diante da criação e manutenção de uma gastronomia regional, onde cada pessoa é importante nessa construção. “Temos condições de realizar um trabalho que produzirá uma efervescência cultural de forma a aumentar a oferta de empregos, atrair turistas, contribuindo assim para a o desenvolvimento local e a qualidade de vida dos cidadãos”, observa.

Rodrigo Borges está responsável pela estrutura do evento que será realizado na Plataforma Cultural, da Esplanada Ferroviária. “Em razão da amplitude do evento temos uma equipe focada em cuidar de todos os detalhes da montagem das tendas, stands, pisos, palco dos shows, paisagismo e espaços destinados ao público. Inclusive, planejamos ações de acessibilidade para cidadãos com deficiência auditiva e visual, além de condições de acessibilidade para cadeirantes ou que tenham mobilidade reduzida”, revela.

Temática e público alvo

Na edição 2019, o Festival Gastronômico apresentará o uso de ingredientes regionais da fauna e flora de Mato Grosso do Sul, além de ingredientes exóticos como insetos comestíveis e Plantas Alimentícias não Convencionais (PANCS).

O intuito da programação voltada à capacitação é atender cerca de 1.800 pessoas, entre cozinheiras, chefs de cozinha, merendeiras, estudantes, agentes turísticos, estudiosos e especialistas. Nesse sentido, o evento demonstra responsabilidade social ao abarcar a inclusão de todas as pessoas interessadas em conhecer e aprender mais sobre a culinária regional.

Dedê reforça que a memória e tradição dialogam com o novo no festival gastronômico por demonstrarem a diversidade cultural brasileira e mundial presentes em Campo Grande. “O festival nasceu da necessidade de inovação e experimentação da convergência da culinária local e as demais estéticas artísticas que compõem a nossa cultura, para promover, ofertar, distribuir e difundir mais e melhor os nossos bens culturais”, pontua.

Dedê Cesco

A personal chef, Marinez Muller (Dedê Cesco) é consultora de gastronomia, com mestrado em Estudos Fronteiriços pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e promove uma culinária voltada para o enriquecimento da cultura regional. Ambas se dedicam com afinco ao desenvolvimento da culinária local.

Em sua trajetória, chama a atenção para uma questão relevante: se Campo Grande pretende apostar na atividade turística, terá que, obrigatoriamente, criar uma faculdade de gastronomia para manter uma demanda cativa de visitantes.

Ela se considera uma “culinarista” e entende que chegou a hora e a vez de pesquisar a cozinha regional para estabelecer novos padrões de gostos na capital do Estado do Pantanal, que é perfeitamente viável implantar em Mato Grosso do Sul uma cozinha de padrão internacional, porque a “A culinária demarca nosso estágio cultural”

Sobre o projeto

O projeto Festival Comitiva dos Chefes foi contemplado pelo Fundo Municipal de Investimentos Culturais (FMIC) da Prefeitura de Campo Grande e Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (SECTUR). A edição 2019 será realizada na Plataforma Cultural, localizada na Esplanada Ferroviária, entre 16 e 18 de agosto, em Campo Grande (MS). O endereço é Avenida Calógeras, 3.015, Centro.

Roberto Carlos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Centro Cultural oferece 48 vagas gratuitas para curso de Ballet
Geral
Vídeo - Idosa de 93 anos faz sucesso empinando pipa
Geral
Nelsinho será palestrante durante a 71ª SBPC
Geral
Bradesco tem agência exclusiva para recadastramento de servidores
Geral
Francês atravessa o Atlântico em um tonel e história vai virar livro
Geral
Reinaldo proíbe fornecimento de canudos de plástico no estado
Geral
Quatro capivaras amanhecem mortas próximo ao shopping
Geral
Menino acha fóssil gigante de 8 milhões de anos
Geral
Jovem perde perna em acidente e pede ajuda em "Vaquinha Solidária"
Geral
ACICG organiza campanha de recuperação de créditos

Mais Lidas

Justiça
Rigo entra com recurso baseado em decisão de Toffoli
Geral
Jovem perde perna em acidente e pede ajuda em "Vaquinha Solidária"
Geral
Quatro capivaras amanhecem mortas próximo ao shopping
Polícia
Incêndio criminoso deixa pelo menos 16 mortos