Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Geral

Marun lamenta morte de Ibsen Pinheiro, ex-presidente da Câmara

Ibsen morreu aos 84 anos; ele teve uma parada cardiorrespiratória no hospital Dom Vicente Scherer, na Santa Casa de Misericórdia, em Porto Alegre

25 janeiro 2020 - 11h40Priscilla Porangaba

Carlos Marun lamentou a morte do Ibsen Pinheiro, de 84 anos, ex-presidente da Câmara em uma nota publicada nesta manhã de sábado (25).

Ibsen realizava um tratamento de saúde no hospital Dom Vicente Scherer, na Santa Casa de Misericórdia, em Porto Alegre, quando teve parada cardiorrespiratória. Ele morreu por volta das 21h, de acordo com a sua assessoria. Informações sobre velório e enterro ainda não foram divulgadas.

Marun fala que Ibsen tinha um caminho que o levaria para a Presidência da República, mas foi vítima de uma armação. O engenheiro e advogado também elogia o ex-presidente.

"Ibsen Pinheiro foi um símbolo de quanto a sanha acusatória pode ser nefasta quando se estabelece como onda a sufocar o elementar Direito de Defesa. Seguia um caminho que sinalizava fortemente a chegada a Presidência da Republica quando, vitima de uma armação pusilânime, teve sua trajetória política interrompida e seu nome jogado a lama. Anos depois, ao ver revelada a verdade, retornou com humildade ao processo político, mas sem voltar a ter a proeminência anterior. Esteve certa vez, há cerca de 15 anos,  em Campo Grande a meu convite para proferir palestra para Acadêmicos de Direito sobre este tema. A importância do Direito de Defesa e da Presunção da Inocência. A partir dali passou a ser o correligionário do MDB gaúcho com quem eu tive relação mais intensa, até ser eleito Deputado Federal e passar a conviver no dia a dia com colegas do Rio Grande. Mantive com ele conversas periódicas sobre o MDB, o nosso Inter e o Brasil. Ontem nos deixou. Estive em Brasília, ainda percorrendo meus primeiros passos na política, para assistir a Sessão Solene da Câmara Federal que homenageou o então recém falecido Ulisses Guimarães. Ibsen presidia aquela Casa e proferiu brilhante discurso. “Só o mar na sua imensidão é um túmulo digno, à altura da grandeza de Ulisses Guimarães”, disse ele. Mas os grandes homens são sepultados também na terra. E um destes vai ser sepultado hoje. Vai-se o homem, ficam o exemplo e a saudade. Que Deus conforte a família e O tenha entre os Seus!"

No Twitter, o atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia comentou sobre a morte do colega:

 

 

 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Dois locais de votação sofrem alteração na capital; confira
Geral
Reinaldo retoma atividades presenciais após quarentena
Geral
Presidente do Comercial, Valter Mangini, morre de coronavírus
Geral
Bombeiros intensificam combate as chamas em reservas do MS
Geral
Motociclista pula da moto em chamas após bater em caminhão
Geral
Leilão do Detran-MS tem mais de 1 mil motocicletas e 157 carros disponíveis
Geral
Governo da início ao processo de licitação para restauração do Centro Cultural José Octávio Guizzo
Geral
Vídeo: Fogo no Nabileque consome até ponte
Geral
Motorista morre ao cair em barranco próximo a ponte do grego
Geral
Empresário morre após perder controle do carro na MS-276 e colidir contra uma árvore

Mais Lidas

Polícia
Mega busca nas margens da BR-163 para encontrar assaltantes
Saúde
“Rastrear” é aposta para barrar o avanço do coronavírus em MS
Polícia
Corpo de criança de 2 anos é encontrado no Rio Paraguai
Cidade
Quarta-feira prazo final para quitação de licenciamento para placas final 9