Menu
Menu
Busca domingo, 14 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Geral

“Não compensa”, diz sindicalista sobre tempo integral no governo

O governo estadual estuda aumentar a carga horária de trabalho dos servidores

15 janeiro 2019 - 07h54Da redação    atualizado em 15/01/2019 às 08h06

Após tomar conhecimento da possibilidade de mudança no horário de trabalho dos servidores públicos estaduais, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores da Administração do Estado do Mato Grosso do Sul (Sindsad-MS), Lilian Fernandes, alerta para os gastos decorrentes do aumento da carga horária.

Lílian questiona se realmente vale a pena aumentar a carga horária, para ela, o governo teria que gastar com o dobro de vale transporte, aumento na conta de luz, água e gasto com material de expediente. “Todo esse suprimento para funcionar oito, sendo que você poderia estar fazendo em seis?”, indaga.

A representante de cerca de sete mil servidores da administração púbica estadual disse que procurou o governo e foi informada de que, apenas um estudo está sendo feito para ver se realmente compensa a nova medida. “Estudos sempre foram feitos, em relação a mudança de horários, mas nunca foi efetivado porque realmente não compensa, quando ele está falando que está economizando, surge até uma incoerência, porque a gente sabe que vai gastar mais”, disse.

O governo, segundo Lílian, se comprometeu em não tomar nenhuma decisão sem consultar as entidades sindicais. “As entidades estão preparadas para debater, nós vamos argumentar”, disparou. Lilian informou que espera uma reunião com representantes do governo, assim que o estudo for finalizado.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Renato Câmara lamenta a morte de ex-secretário de obras de Ivinhema
Geral
Renato Câmara lamenta a morte de ex-secretário de obras de Ivinhema
Águas Guariroba oferta curso gratuito de fundamentos básicos para encanador hidráulico
Geral
Águas Guariroba oferta curso gratuito de fundamentos básicos para encanador hidráulico
UCI
Geral
Cinema sem pipoca: Pesquisa mostra variação de 96,15% no valor dos ingressos na Capital
Silas e Aysla foram mortos por engano
Justiça
MP defende continuidade de ação contra réus acusados de matar Aysla e Silas
Juíza 'recebe voz de prisão'; advogado explica legalidade de caso que viralizou em SP
Geral
Juíza 'recebe voz de prisão'; advogado explica legalidade de caso que viralizou em SP
Apesar da gravidade do acidente, Dunga e esposa sofreram apenas ferimentos leves e estavam conscientes ao serem socorridos
Geral
Dunga e esposa ficam feridos em acidente no Paraná
Influencer e policial 'mais sexy do México', gravam vídeo pornô em metrô
Geral
Influencer e policial 'mais sexy do México', gravam vídeo pornô em metrô
Ex-ministro Ricardo Salles, chefe do Ministério do Meio Ambiente durante o governo Jair Bolsonaro
Geral
Ministério do Meio Ambiente sofreu "apagão" durante gestão de Bolsonaro
Com presença do governador, Coxim celebra 129ª edição da Festa do Divino Espírito Santo
Geral
Com presença do governador, Coxim celebra 129ª edição da Festa do Divino Espírito Santo
Mega-Sena sorteia R$ 15 milhões neste sábado
Geral
Mega-Sena sorteia R$ 15 milhões neste sábado

Mais Lidas

Tempo amanheceu nublado e característico de frio
Clima
Nova frente fria desembarca em MS trazendo ainda mais instabilidade
Maria Eloir Flores Vilante -
Interior
Cargo fantasma rende condenação de vereadora em Mato Grosso do Sul
O fim de uma era: Primeiras notas de real vão parar de circular
Geral
O fim de uma era: Primeiras notas de real vão parar de circular
E o frio persiste em Mato Grosso do Sul
Clima
Frente fria ganha 'sobrevida' e impõe mínima de 8°C nesta sexta-feira em MS