Menu
Busca domingo, 21 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Geral

“Não compensa”, diz sindicalista sobre tempo integral no governo

O governo estadual estuda aumentar a carga horária de trabalho dos servidores

15 janeiro 2019 - 07h54Da redação

Após tomar conhecimento da possibilidade de mudança no horário de trabalho dos servidores públicos estaduais, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores da Administração do Estado do Mato Grosso do Sul (Sindsad-MS), Lilian Fernandes, alerta para os gastos decorrentes do aumento da carga horária.

Lílian questiona se realmente vale a pena aumentar a carga horária, para ela, o governo teria que gastar com o dobro de vale transporte, aumento na conta de luz, água e gasto com material de expediente. “Todo esse suprimento para funcionar oito, sendo que você poderia estar fazendo em seis?”, indaga.

A representante de cerca de sete mil servidores da administração púbica estadual disse que procurou o governo e foi informada de que, apenas um estudo está sendo feito para ver se realmente compensa a nova medida. “Estudos sempre foram feitos, em relação a mudança de horários, mas nunca foi efetivado porque realmente não compensa, quando ele está falando que está economizando, surge até uma incoerência, porque a gente sabe que vai gastar mais”, disse.

O governo, segundo Lílian, se comprometeu em não tomar nenhuma decisão sem consultar as entidades sindicais. “As entidades estão preparadas para debater, nós vamos argumentar”, disparou. Lilian informou que espera uma reunião com representantes do governo, assim que o estudo for finalizado.

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Páscoa pode ser farta até para quem tem restrições alimentares
Geral
Meningite mata jornalista conhecido em MS
Geral
Feriado de Páscoa requer atenção redobrada nas estradas
Geral
Simpósio sobre segurança pública acontece na segunda-feira, na capital
Geral
CCR-MSVia é notificada por falta de guichês de atendimento e troco para usuário
Geral
Sindivarejo realiza treinamento para gestão de e-social em maio
Geral
Sete em cada dez internautas pretendem comprar chocolate na Páscoa
Geral
“Em tempos de crise a solução é inovar”, diz empresária
Geral
Unesul, São Luiz e Eucatur são autuadas por não concederem gratuidade a idosos
Geral
Ministério divulga regras para policiamento comunitário

Mais Lidas

Polícia
Corpo de mulher é encontrado amarrado em árvore às margens da BR-262
Polícia
Homem tem mãos decepadas, na fronteira
Polícia
Ex-radialista é morta com 24 facadas pelo sobrinho
Geral
“Em tempos de crise a solução é inovar”, diz empresária