Menu
Busca terça, 25 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Geral

OAB/MS repudia movimento contra andarilhos no centro

Movimento marcado para este sábado colhe assinaturas contra andarilhos

22 fevereiro 2019 - 16h16Da redação

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), emitiu nota de repúdio nesta sexta-feira (22) contra a iniciativa de retirar andarilhos do centro de Campo Grande.

Uma manifestação ocorrerá neste sábado (23) para coletar assinaturas em um abaixo assinado com a intenção de “melhorar e diminuir os problemas causados pelo alto número de moradores de rua no centro.

Ressaltando que a atitude dos organizadores é contrária aos princípios que regem a dignidade da pessoa humana e fere o direito de ir e vir, a OAB/MS se posicionou contra o movimento.

Confira a nota na íntegra:

"A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), por meio do Conselho Estadual e das Comissões de Direitos Humanos, Direitos Sociais e Segurança Pública vem a público emitir nota de pesar e total repúdio em face da iniciativa atentatória adotada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande e pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas em Mato Grosso do Sul ao encabeçarem o abaixo assinado “Menos andarilhos, mais segurança!”, atitude essa totalmente contrária aos princípios que regem a Dignidade da Pessoa Humana. Tais “iniciativas” além de coibirem o livre exercício do direito de ir e vir assegurada pela Constituição Federal, ainda incita a população a tomar medidas radicais, ilegítimas e injustas a pessoas que estão em situação de vulnerabilidade.

A adoção de políticas de “higienização social” será duramente combatida por esta Seccional, sendo clara a necessidade de fortalecimento das ações de acolhimento, tratamento e recuperação das pessoas que espontaneamente adiram a tais programas e não a internação compulsória, que há décadas já é uma medida desaconselhada e em desuso.

A OAB/MS se coloca à disposição para discutir o aperfeiçoamento das instituições e políticas públicas, com o compromisso claro de assegurar o Estado Democrático de Direito, não podendo ser omissa a atitudes que não vão de encontro às garantias fundamentais, ao Direito Constitucional e Internacional.

Campo Grande, 22 de fevereiro de 2019.


Mansour Elias Karmouche
Presidente

Christopher Pinho Ferro Scapinelli
Comissão de Direitos Humanos

Cláudia Novaes Assumpção Paniago
Comissão de Segurança Pública

Dora Waldow
Comissão de Direitos Sociais"

Assembleia para todos - junho-19

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Termina desassoreamento do lago menor no Parque das Nações
Geral
Homem morre após sofrer acidente em rodovia
Geral
Oposição vence eleição à prefeitura em Istambul
Geral
Licenciamento de placas com finais 4 e 5 devem ser pagos nesta semana
Geral
EUA buscam coalizão global contra Irã
Geral
Arraiá saudável
Veja dicas de como participar das festanças e não sair com a saúde prejudicada
Geral
Jovem pesquisador quer ouvir professores de MS sobre gênero e sexualidade
Geral
Influenciadores digitais se reúnem para discutir educação financeira
Geral
Condutas globais no varejo da construção civil será tema do Café com Negócios
Geral
Junho Vermelho: sábado é boa oportunidade para doar sangue

Mais Lidas

Brasil
Pai encontra corpo da filha desaparecida na casa do ex-namorado
Polícia
Pai atira em filho por causa de cobrança de dívida e foge
Polícia
Jornalista Letícia Alves falece aos 23 anos
Oportunidade
Semana começa com 149 vagas de emprego