Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Internacional

Militares venezuelanos atiram contra indígenas na fronteira e casal morre

Vítimas são marido e mulher, de acordo com ONG

22 fevereiro 2019 - 15h53Marcos Tenório com informações do site Correio Braziliense

Duas pessoas morreram e 15 ficaram feridas durante um confronto entre indígenas e militares venezuelanos nesta sexta-feira (22) em uma região perto da fronteira com o Brasil. O incidente foi confirmado por Emilio Gonzalez, prefeito de Gran Sabana, onde aconteceu a fatalidade.

De acordo a organização não governamental (ONG) Kapé Kapé, o grupo tentava manter aberta uma estrada que liga os dois países, no estado de Bólivar. "Uma mulher indígena e seu marido morreram, e ao menos outros 15 membros da comunidade indígena do município Gran Sabana ficaram feridos após a investida de um comboio da Guarda Nacional", informou a entidade.

De acordo com testemunhas, o ataque aconteceu pela manhã, quando uma escolta militar se aproximou de uma comunidade indígena de Kumarakapai. Os soldados abriram fogo com balas de borracha e gás lacrimogêneo, quando os voluntários tentaram impedir que os veículos fechassem a passagem.

Quatro dos feridos estariam em estado grave. As vítimas foram transferidas para um hospital no Brasil porque na Venezuela não há remédios para tratamento médico. A mulher que foi morta foi identificada como Zorayda Rodriguez, 42 anos.

Essa é a primeira fatalidade envolvendo uma operação internacional que tenta levar ajuda humanitária ao país, desafiando o governo de Nicolás Maduro. Nesta sexta-feira, um avião com ajuda humanitária destinada a venezuelanos chegou a Roraima.

Juan Guaidó se pronuncia

Segundo afirmou em publicação no Twitter o opositor Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente interino do país e conta com apoio dos Estados Unidos, Brasil e dezenas de outros países, escreveu "Eu pergunto às Forças Armadas, é constitucional que abram fogo contra indígenas desarmados?", indagou Jorge Perez, um vereador que diz ter estado presente quando os soldados abriram fogo. "É constitucional matar indígenas?"

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Ônibus de turismo foi atingido por bomba, no Egito
Internacional
Papa diz que liberdade de imprensa é vital
Internacional
Cristina Kirchner anuncia candidatura à vice-presidência da Argentina
Internacional
Por engano, funcionário serve vinho de 5.100 euros a clientes
Internacional
“Ser presidente foi um milagre”, diz Bolsonaro ao receber prêmio
Internacional
Prefeito de Dallas recusa-se a dar as boas vindas a Bolsonaro, segundo Veja
Internacional
Morre deputado argentino que sofreu ataque a tiros em Buenos Aires
Internacional
Imagem forte - Homem tenta se suicidar e arranca o próprio olho
Internacional
Vídeo mostra momento em que avião, em chamas, pousa em aeroporto
Internacional
França vai proibir patinetes elétricos em calçadas

Mais Lidas

Polícia
Troca de tiros termina com homem morto e PM ferido
Educação
Estão abertas as Inscrições para o Encceja
Polícia
Guarda municipal responsável pelo transporte de arsenal é preso
Geral
Motociclista morre em acidente na BR-163