Menu
Busca quinta, 02 de dezembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS nov21
Justiça

Concurso da prefeitura de Corguinho é adiado

O MP-MS pediu a suspensão, pois a empresa que realizaria o certame é suspeita de fraudes

17 dezembro 2018 - 10h46Da Redação com Assessoria

Após recomendação feita pelo promotor de Justiça da Comarca de Rio Negro Thiago Bonfatti Martins, o município de Corguinho acatou o pedido do Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) e suspendeu o concurso público de provas nº 01/2018 a ser realizado no município.

De acordo com o promotor de Justiça, a recomendação pedindo a suspensão foi necessária, pois o concurso público iria ser realizado pela empresa Vale Consultoria e Assessoria, da qual existe informação de fraude para beneficiar candidatos.

Ele ainda afirma que a empresa Vale Consultoria e Assessoria está sendo investigada em diversas comarcas do estado de Mato Grosso do Sul, com ampla repercussão na impressa, sob a suspeita de envolvimento em crimes de fraude à licitação, corrupção e associação criminosa, bem como que há decisões judiciais suspendendo concursos públicos por ela realizados ou em que tenha participado da licitação promovida para contratar empresa responsável pelo certame.

Na promotoria de Justiça de Batayporã, após investigação, foram constatados elementos concretos do direcionamento da licitação para contratação da empresa Vale, responsável pela aplicação das provas. A prefeitura de Taquarussu suspendeu concurso público que estava em estágio avançado.

O concurso público do município de Corguinho também teve baixa divulgação e o prazo de inscrição previsto no edital foi de apenas 17 dias, o que, aliado à falta de publicidade de parte dos documentos da licitação promovida para contratar a empresa responsável pelo certame (tanto que em não sendo encontrados no Portal da Transparência do município, houve a necessidade de requisição ao ente público de cópia integral da Carta Convite n.º 005/2018), investigação da empresa em outras comarcas e notícias no município de possível fraude para beneficiar candidatos, torna duvidosa a lisura do certame.

Por fim, o promotor de Justiça explica que este concurso público tinha preenchimento de 105 cargos (ampla concorrência e cadastro de reserva) nas mais diversas áreas, e as provas iriam ser aplicadas neste domingo (16).

Asa - anestesistas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Qualificações são derrubadas e Cristhiano Luna é condenado a 10 anos de prisão
Justiça
Passos comemora indicação ao CNMP
Justiça
Quase nove anos depois, envolvidos no incêndio da Boate Kiss vão à júri
Justiça
Ministério Público já tem lista sêxtupla
Justiça
Ministério Público denuncia Eduardo Costa por estelionato
Justiça
A partir de janeiro, Capital terá audiências de custódia em fins de semana e feriados
Justiça
Defesa do falecido Jamil Name pede levantamento de sequestro de bens
Justiça
Ronaldinho Gaúcho pode ser preso por causa de pensão
Justiça
Ex-sócios da Minerworld devem ser ouvidos em março sobre esquema de pirâmide
Justiça
TSE assina acordo de cooperação com Autoridade de Proteção de Dados

Mais Lidas

Brasil
Carteiro é baleado ao fazer entrega em condomínio; assista
Vídeos
Homem se masturba na frente de crianças em condomínio; assista
Polícia
Mulher encontra corpo de bebê escondido em sacola ao descongelar geladeira
Internacional
Perereca suicida? Modelo atira na própria vagina ao gravar vídeo erótico