Menu
Busca quinta, 13 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
TJMS agosto/20
Polícia

PMA multa homem por cortar madeira protegida para fazer cercado

O autor, de 52 anos, derrubou diversas árvores de grande porte em uma área de Mata Atlântica na propriedade

20 julho 2019 - 15h24Priscilla Porangaba, com informações da PMA

A Polícia Militar Ambiental (PMA) apreendeu durante fiscalizações nas propriedades rurais do município, autuaram nessa sexta-feira (19) à tarde o proprietário de uma fazenda, por crime ambiental de exploração ilegal de madeira em área protegida por Lei.

O autor, de 52 anos, derrubou diversas árvores de grande porte em uma área de Mata Atlântica na propriedade, bioma protegido pela Lei Federal 11.428/2006

Ele usava a madeira na construção de cercados para criação de porcos e galinhas, sem autorização do órgão ambiental. As atividades foram paralisadas e a madeira apreendida.

Ele foi autuado administrativamente e multado em R$ 5,5 mil. O proprietário responderá por crime ambiental, e a pena prevista é de um a três anos de detenção.

 

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
AO VIVO – Servidor desviava materiais da Sefaz para vender
Polícia
Vendedor de botina é preso com 200 kg de maconha em fundo falso de veículo
Polícia
Rapaz é executado a uma quadra da UPA das Moreninhas
Polícia
Homem sai do serviço, não volta para casa e esposa procura a delegacia
Polícia
Em 7 meses, guarda prende 72 homens por violência à mulheres
Polícia
Mulher é esfaqueada por namorado e socorrida em estado grave
Polícia
Pintor recebe R$ 5,5 mil, se recusa fazer o serviço e ameaça família
Polícia
Corpo de homem é encontrado morto em praça pública
Polícia
Integrante do PCC é preso com droga e munições
Polícia
Negociação com homem que tenta suicídio, dura mais de 11 horas

Mais Lidas

Esportes
Fundesporte abre inscrições para cursos de capacitação online
Cidade
Todos os acessos do bairro Tiradentes receberão recapeamento
Internacional
China detecta coronavírus em carne de frango importada do Brasil
Justiça
Servidor desviava materiais da Sefaz para vender