Menu
Busca domingo, 20 de outubro de 2019
(67) 99647-9098
Governo vitimas
Polícia

Vídeo - Mortes em série de gatos no Villagio Parati intrigam moradores

Conforme uma das moradoras, somente na última semana foram três casos com as mesmas características

18 setembro 2019 - 18h30Mauro Silva

Mortes de gatos que vem ocorrendo nos últimos dias no Condomínio Village Parati intrigam os moradores do local. De acordo com alguns condôminos, somente na semana passada três felinos morreram e a suspeita é envenenamento. Na noite do último domingo (15), ocorreu mais um caso que até agora segue sem elucidação.

Conforme uma das moradoras do Village Parati, Rosilane Pereira, as mortes vem ocorrendo há dias, sendo que somente na semana passada foram três casos, as características pela qual os pets morrem sempre são as mesmas. Eles agonizam e sem tempo de salva-los acabam morrendo.

“Só de uma amiga minha foram dois que morreram, os casos não param, volta e meia aparece um animal morto, ou alguns somem. Falei com o síndico e ele me informou que nada pode fazer”, afirmou a moradora.

Em contato com o síndico, Ricardo Carneiro, as mortes não são corriqueiras. Ele afirma que em três anos foram apenas 3 ocorrências desta natureza. “Em relação a isso, não podemos fazer nada, pois nem sabemos se houve envenenamento ou não, e também não podemos acusar ninguém”, disse.

“Outro fator que devemos ressaltar é de que este animal, que morreu recentemente, nem seja de morador deste condomínio. Mas se for, de acordo com as nossas regras, cada animal deve ficar preso e sair somente acompanhado pelo dono”, acrescentou.

Ricardo apresentou um projeto aos moradores para evitar que animais ficassem soltos pelo local correndo qualquer tipo de risco, porém a proposta não foi aprovada. O plano era fazer um canil para guardar os animais que ficassem perdidos pelo condomínio até a chagada do dono, assim evitando transtornos.

Decat

Em contato com o titular da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista (Decat), delegado Maércio Alves Barbosa, ele afirmou ao JD1 Notícias que, casos de maus tratos a animais relacionados com envenenamento são de difíceis elucidações, pois muitas pessoas, por medo, preferem ficar em silêncio.

“Maus tratos é previsto como crime ambiental, a pena é de três meses a um ano de detenção, considerada branda. Um crime que os procedimentos dele são regidos pela lei 9099, de menor potencial ofensivo”, explicou Maércio.

Ainda de acordo com o delegado, após o registro do caso é feita uma ação no JEC (Juizado Especial Civil) e realizado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), caso a polícia tenha a autoria do crime. Mas, segundo Maércio, normalmente é muito difícil chegar à autoria deste tipo de delito. “É necessário que quem veja algo relacionado a isso denuncie, mas muitos que são testemunhas não querem se envolver por medo de represália”, afirmou.

“Mas com o boletim de ocorrência é instaurado um procedimento, porém a elucidação não evolui por falta de provas e colaboração das pessoas. Quem estiver disposto a denunciar pode ir a qualquer delegacia e registrar o delito”, acrescentou.

Alves Barbosa destacou que a delegacia registra duas ocorrências de mortes por envenenamento a cada mês. No caso dos moradores do Village Parati, o titular da Decat orienta os moradores que se dirijam até a Delegacia de Pronto Atendimento (Depac) do Piratininga responsável pela região.

Outras informações também podem sem passadas pela delegacia especializada em crimes ambientais através do telefone 3382-9271.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Comerciante é executado na fronteira
Polícia
Suspeito de participar de esquema de falsificação de documentos é preso
Polícia
PMR apreende quase 1,5 tonelada de maconha
Polícia
Mulher pede socorro a polícia após ser esfaqueada pelo marido
Polícia
Presos da PED mantinham roteador de internet e "sky gato" nas celas
Polícia
Falsos policiais invadem casa e homem é agredido a pauladas por atual de ex
Polícia
Carga irregular de 439 celulares Xiaomi, é interceptada pela PRF
Polícia
PMA multa infratora por manter papagaios em cativeiro com asas cortadas
Polícia
PRF apreende veículo conduzido por policial reformado com mercadoria paraguaia
Polícia
Investigados pela PF mantinham base do tráfico em MS

Mais Lidas

Geral
Violeiro Ivo de Souza morre em acidente na BR-163
Brasil
Três militares do Corpo de Bombeiros morreram enquanto tentavam combater incêndio
Esportes
Na capital, Muricy crava Flamengo como campeão do Brasileirão
Polícia
Comerciante é executado na fronteira