Menu
Busca segunda, 24 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Política

Blal Dolloul, de MS, está entre os dez candidatos à PGR

O procurador regional poderá assumir a cadeira no lugar de Raquel Dodge

20 maio 2019 - 16h30Matheus Henrique

A lista dos pretendentes ao cargo de Procurador-geral da República, foi encerrada na quarta-feira (15). Entre os nomes, está o procurador regional Blal Dalloul, que atuou em Mato Grosso do Sul de 1997 a 2010. Ele está no Ministério Público Federal (MPF) há 34 anos. Com isso, Dalloul se habilita a tentar ser um dos três mais votados, e figurar na lista triplice, que vai para o presidente da República, que escolhe entre os mais votados.

O nome da procuradora-geral, Raquel Dodge, que encerra seu trabalho no órgão em setembro, não está na lista. No entanto, ela pode ser escolhida para um eventual segundo mandato. As eleições internas estão marcadas para o dia 18 de junho. Os três nomes mais votados serão levados ao presidente Jair Bolsonaro, que indicará o ocupante da cadeira.

A cada dois anos, o presidente da República escolhe o procurador-geral da República, mas não é obrigado a indicar um nome da lista tríplice, porém, essa praxe vem desde 2001.

Os candidatos

Os dez candidatos para Procurador-geral são:

1) José Robalinho Cavalcanti, ex-presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República;
2) Lauro Cardoso, procurador regional, foi paraquedista do Exército e secretário-geral do Ministério Público da União;
3) Blal Dalloul, procurador regional, foi secretário-geral na gestão Rodrigo Janot;
4) José Bonifácio da Andrada, ex-vice da gestão Janot;
5) Luiza Cristina Frischeisen, subprocuradora-geral;
6) Vladimir Aras, procurador regional;
7) Mário Luiz Bonsaglia, subprocurador;
8) Paulo Eduardo Bueno, subprocurador;
9) Antonio Carlos Fonseca Silva, subprocurador;
10) Nívio de Freitas, subprocurador.

“Grupo de Janot”

Dos dez candidatos à lista tríplice, cinco são do "Grupo de Janot", nome dado em referência ao ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, antecessor de Raquel Dodge.

Segundo integrantes do MPF, os cinco candidatos são:

1) Blal Dalloul, procurador regional;
2) José Bonifácio Borges de Andrada, subprocurador;
3) Luiza Frischeisen, subprocuradora;
4) Nívio de Freitas Silva Filho, subprocurador;
5) Vladimir Aras, procurador regional da República.

A lista também inclui nomes fortes e populares no MPF, entre os quais os dos procuradores regionais José Robalinho Cavalcanti e Vladimir Aras. A disputa deste ano quebra a tradição de somente subprocuradores poderem se candidatar a uma vaga na lista tríplice.

Assembleia para todos - junho-19

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Bolsonaro anuncia policial militar na Secretaria-Geral da Presidência
Política
"Abro mão da reeleição se Brasil passar por reforma política", diz Bolsonaro
Política
"Foi a forma", Simone justifica voto e diz que decreto “não poderia justificar porte de arma"
Política
Modelo processual brasileiro impõe parcimônia dos juízes, diz Moro
Política
Relatório da LDO é entregue à Mesa Diretora da Câmara
Política
Nelsinho Trad convoca reunião com Mandetta para tratar de recursos para saúde
Política
Moro fala sobre conversas vazadas com Dallagnol
Política
Câmara quer retomar gratuidade da bagagem
Política
No Parlasul, Nelsinho defende Rota Bioceânica
Política
Valdir Gomes pode concorrer a prefeitura pelo PP em 2020

Mais Lidas

Polícia
Vídeo- Ao voltar de festa junina, jovens morrem em acidente de moto
Brasil
Pai encontra corpo da filha desaparecida na casa do ex-namorado
Polícia
Ex-namorado mata mulher a golpes de canivete
Polícia
Pai atira em filho por causa de cobrança de dívida e foge