Menu
Busca terça, 27 de setembro de 2022
(67) 99647-9098
SENAI - matriculas setembro 22
Política

Movimento Direita de SP emite nota de repúdio aos parlamentares do PSL

O movimento paulista também criticou a viagem dos políticos do PSL à China

17 janeiro 2019 - 13h45Da redação

O Direita São Paulo (DSP), movimento político que preza nortear a direita brasileira, emitiu nota de repúdio nesta quinta-feira (17), após a divulgação de que parlamentares do Partido Social Liberal (PSL), estão em viagem na China.

O fato que vem causando um certo “mal estar” entre o próprio partido e críticas geradas por nomes da direita brasileira como o escritor Olavo de Carvalho e até o presidente Jair Bolsonaro, também foi motivo de insatisfação para o movimento que apoiou o PSL.

Conforme a nota a viagem não é oficial, e os parlamentares foram ao país bancados pelo Partido Comunista Chinês, onde estão tratando sobre instalação de tecnologias no Brasil, por uma empresa acusada de espionagem e roubo de propriedade intelectual.

O movimento diz não compactuar com alinhamento com partidos de esquerda e desaprovou a atitude dos políticos do PSL.

Veja a nota na íntegra:

NOTA OFICIAL:

O Direita São Paulo vem a público manifestar o seu repúdio e contrariedade à viagem não oficial à China de alguns Deputados e Senadores eleitos pelo PSL - bancada pelo Partido Comunista Chinês - para tratativas sobre a instalação de tecnologia de reconhecimento facial nos aeroportos brasileiros e em outros locais.

Sabe-se que a empresa responsável por isso, Huawei, é acusada de espionagem e de roubo de propriedade intelectual, de modo que o seu representante já teria sido preso na Polônia, no Canadá e nos Estados Unidos.

Além disso, reiteramos que o Direita São Paulo não compactua com nenhum tipo de alinhamento com partidos de esquerda, tampouco com países dominados por partidos comunistas em que não há democracia e liberdade, como é o caso da China, de modo que repudiamos a atitude amadora dos mencionados parlamentares, sobretudo por terem sido eleitos, em sua maioria, com votos de conservadores.

Por fim, reafirmamos o nosso compromisso com as pautas conservadoras, dentre elas, o alinhamento único e exclusivo com países que primam por democracia e liberdade acima de tudo.

 Paulo, 17 de janeiro de 2019.

A Coordenação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
TCU apurará urnas na Capital no dia das eleições
Política
"Fazer de MS um estado inclusivo, próspero, verde e digital", declarou Riedel
Política
Pesquisa Ranking: Tereza lidera disputa ao Senado
Política
Estado promove 273 servidores estaduais de diferentes setores
Política
Justiça Eleitoral publica locais de votação alterados em MS
Política
Faltam 4 dias para as eleições 2022; por onde anda seu candidato?
Política
Pesquisa Ranking mostra Riedel perto do segundo turno
Política
Ipec: Lula tem 48% e Bolsonaro 31%
Política
Sabatina JD1TV: "Novos Estaduais" - Pedro Caravina
Política
Operação Eleições 2022 começa nesta segunda-feira em todo o Brasil

Mais Lidas

Polícia
Candidato esfaqueado em prédio de luxo foi pego na cama com outra
Polícia
Homem esfaqueado em prédio de luxo é candidato a deputado federal
Polícia
Câmeras flagraram amante antes e após esfaquear candidato em prédio de luxo
Polícia
Amante 'traída' perseguiu a outra após esfaquear candidato em prédio de luxo