Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
Gov 44 anos
Política

Novo presidente da Câmara defende autonomia do Legislativo em discurso de posse

05 fevereiro 2013 - 10h47Reprodução/Agência Brasil

A nova gestão da Câmara dos Deputados, sob o comando do deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), deverá ser marcada pela análise e votação de projetos considerados polêmicos, como as novas regras de distribuição do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e as questões relacionadas aos vetos aos royalties do petróleo. Em seu primeiro discurso como presidente, Alves também defendeu a autonomia da Casa perante os outros poderes.

“Com todo o respeito à minha querida presidenta Dilma, presidenta eleita pelo voto popular; ao seu conjunto de governo, com ministros respeitados e nomeados; e ao Poder Judiciário, repito, ilustre no saber jurídico e em interpretar a Constituição; mas o Poder que representa o povo brasileiro na sua mais sincera legitimidade, quer queiram ou não queiram, é esta Casa. É o Poder Legislativo, é o Parlamento do Brasil.”

De acordo com Alves, “não faltará” respeito na relação com os demais Poderes. “Aos Poderes Judiciário e Executivo, não faltará o nosso respeito, mas tanto um quanto outro não se esqueçam que aqui nesta Casa só tem Parlamentar abençoado pelo voto popular deste imenso Brasil, de nossa pátria”, discursou.

Alves disse que a Casa não vai fugir do debate. “Fazer uma pauta propositiva não é apenas para discutir. Este Parlamento não foi feito para ganhar tempo, não foi feito para empurrar com a barriga nem para enrolar. Este Parlamento foi feito para discutir e votar, debater e decidir”, discursou o potiguar, que está no seu 11º mandato e é deputado federal há 42 anos.

Segundo Alves, a votação do Código Florestal pelo plenário da Casa foi “a noite dos meus sonhos”, apesar de ter significado também a primeira derrota do governo Dilma Rousseff no Congresso. “Com todo respeito a quem ganhou ou quem perdeu, aquela noite [de votação do Código Florestal] é a noite dos meus sonhos para esta Casa: a controvérsia, o debate, as pessoas legítimas, o embate, o voto, a discussão, a votação, o Brasil real. É isso que a gente quer para este Parlamento: vida”, frisou.

Em seu discurso, já no comando da Casa, Henrique Alves lembrou a trajetória de sua família, perseguida pela ditadura, e os momentos vividos ao lado do ex-presidente da Câmara, Ulysses Guimarães. Ele prometeu trabalhar para melhorar a imagem do Legislativo.

Via Agência Brasil

Unica - primavera

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Quebra do teto de gastos faz equipe de Paulo Guedes se demitir
Política
Projeto destina 10% de vagas no Sine para mulher vítima de violência
Política
Ministro anuncia novo Bolsa Família de R$ 400 a partir do próximo mês
Política
Veja a lista dos indiciados pela CPI da Pandemia
Política
MS terá CNH social
Política
Assembleia aprova homenagem a profissionais de saúde
Política
CPI da Pandemia: depoimentos acabam e relatório final será lido hoje
Política
“Esporte resolverá problema futuros“, afirma Riedel em evento
Política
Pesquisa "sem registro" gera bate boca na OAB
Política
Governo adia anúncio de auxílio de R$ 400 após reações negativas

Mais Lidas

Geral
Para não cuidar de idoso, família procura filhos do primeiro casamento em MS
Polícia
Motorista de transporte escolar é preso por estuprar menina de 12 anos dentro do ônibus
Brasil
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
Geral
Mulher manda currículo para asilo e é ofendida por erros de português