Menu
Busca terça, 28 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Saúde

Grupo com 423 médicos cubanos desembarca em Havana

Profissionais de saúde que atuaram no Brasil no programa Mais Médicos são chamados de “embaixadores da boa vontade”

01 dezembro 2018 - 11h35Da redação com Agência Brasil

Um grupo de profissionais cubanos, vinculado ao programa Mais Médicos, desembarcou em Havana, Cuba. Em dois vôos fretados, 423 médicos retornaram ao país e foram recebidos com faixas, flores e música típica no Aeroporto Internacional José Martí, na capital. Autoridades de várias companhias áreas foram ao local dar as boas-vindas aos profissionais.

O vice-ministro da Saúde Pública de Cuba, Alfredo González Lorenzo, recebeu o grupo com elogios e palavras de apoio. Segundo ele, há estudos que atestam a qualidade e os resultados positivos da atuação dos cubanos no Brasil. O grupo desembarcou nesta sexta-feira (30).

Também estavam no aeroporto Luis Antonio Torres Iríbar, do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba e primeiro-secretário do Partido em Havana, o ministro da Justiça, Oscar Manuel Silveira, além de representantes de classe e entidades sindicais.

Em Cuba, os profissionais de saúde que atuaram no Brasil no programa Mais Médicos são chamados de “embaixadores da boa vontade” e ganharam tratamento diferenciado.

Histórico

No último dia 14, o governo de Cuba informou o rompimento do acordo de cooperação para o Mais Médicos por discordar das exigências feitas pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, como a necessidade de os profissionais se submeterem ao Revalida – prova de verificação de conhecimentos.

Com a saída dos cubanos, foram abertas mais de 8,5 mil vagas no programa. O governo federal publicou edital para contratação de profissionais. A previsão é que iniciem as atividades a partir de 14 de dezembro.

Depoimentos

O médico Ailenes Céspedes, um dos que retornaram a Havana, disse que voltou com o “orgulho de ter cumprido o dever”. "Jamais esquecerei as palavras, o sentimento das pessoas", acrescentou. "Nunca saíremos do Brasil, porque sempre vamos carregá-lo em nossos corações."

Lazaro Raul Ochoa, que permaneceu por quase dois anos no Espírito Santo, desembarcou com uma fotografia de uma criança sorridente. Segundo ele, a memória que quer guardar.

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Ex-deputado Ary Rigo está em coma induzido para retirar coágulo do cérebro
Saúde
Covid: Capital segue aplicando primeira, segunda e terceira dose nesta terça
Saúde
MS recebe mais 65.150 doses de vacina contra a Covid
Saúde
Veja a escala de plantão médico nas UPAs nesta terça-feira
Saúde
“Doação significa vida e amor”, são palavras de quem teve a vida de volta após transplante
Saúde
MS recebe hoje mais de 65 mil doses de vacinas contra a covid-19
Saúde
No Dia Nacional da Doação de Órgãos, fila para transplante ainda é longa
Saúde
“Embate político é imbecil, temos que vacinar”, detona Paulo Corrêa
Saúde
Riedel afirma que “vacinação deu certo, porque não houve politicagem”
Saúde
"Reconhecimento de heroísmo", diz secretário sobre envolvidos na vacinação

Mais Lidas

Brasil
Jovem tem dedo amputado após manutenção de unha de Acrigel
Vídeos
Vídeo: Com loirona na garupa da moto, homem quase apanha da esposa na rua
Polícia
Rapaz de 19 anos é preso após ser flagrado na cama com menina de 13 anos
Polícia
Morador de MS morre após carro cair de pontilhão em São Paulo