Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
Gov 44 anos
Saúde

Mamografias periódicas evitam mortes por câncer de mama, diz estudo

Segundo o levantamento, a redução da mortalidade foi de 47% em 20 anos

10 fevereiro 2019 - 17h16Agência Brasil

Um estudo sueco mostrou que mulheres com câncer de mama que faziam a mamografia periodicamente apresentaram redução de 60% na taxa de mortalidade – 10 anos após o diagnóstico – em comparação àquelas que não faziam o exame regularmente. Segundo o levantamento, a redução da mortalidade foi de 47% em 20 anos após o diagnóstico, usando a mesma base de comparação. 

O estudo, publicado por uma revista científica internacional, está sendo destacado pela Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) para lembrar o Dia da Mamografia, a ser comemorado amanhã (5). A entidade chama a atenção das mulheres para a necessidade de fazer o exame com frequência, já que a pesquisa indicou que as mulheres que fizeram o rastreamento tiveram a vantagem adicional da detecção precoce e receberam benefícios muito maiores, como terapias menos agressivas e menos mutiladoras.

“A diferença é atribuída à detecção precoce e ao tratamento em uma fase inicial da história natural do câncer de mama entre as mulheres que realizavam mamografia regularmente. Embora tenha sido dada muita atenção aos potenciais danos da participação de rastreamento mamográfico regular, pouca atenção foi dada aos danos de não participar do rastreamento regular”, disse o presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), Antonio Frasson. 

Segundo Frasson, o maior dano por não fazer a mamografia regularmente é o aumento significativo do risco de morte, além de aumentar a possibilidade de a mulher ter um câncer de mama avançado, com necessidade de cirurgias mais extensas, com mais riscos e radioterapia e quimioterapia mais agressivas. 

"Essas mulheres experimentam efeitos físicos e cognitivos adversos significativos e duradouros. Para cada morte por câncer de mama evitada pelo rastreamento mamográfico, uma mulher será poupada dos estágios terminais da doença e ganhará uma média de 16,5 anos de vida”, explicou.

A SBM recomenda que a mamografia seja feita anualmente para as mulheres a partir dos 40 anos.

Unica - primavera

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Liberado certificado de vacinação para quem tomou vacinas diferentes
Saúde
Vacinação acontece em mais de 20 pontos neste sábado
Saúde
Sem Casos de Covid, Estado tem saldo negativo nesta sexta
Saúde
Brasil recebe nova remessa de vacinas da Pfizer
Saúde
Vacina contra a Covid estará disponível em 41 pontos
Saúde
Veja a escala de plantão médico nas UPAs nesta sexta
Saúde
Covid: Nova variante, mais contagiosa que Delta, é descoberta
Saúde
Estudo do Butantan em Serrana mostra 99% de efetividade da CoronaVac
Saúde
Vacina de reforço tem eficácia de 95,6%, diz Pfizer-BioNTech
Saúde
Mais de 1 milhão de vacinas contra covid-19 chegam ao Brasil

Mais Lidas

Clima
Áudio: Atenção - tabela do Inmet é real, não é fake
Clima
Vídeo: Força-tarefa está pronta para novo vendaval
Internacional
Alec Baldwin dispara com arma cenográfica e mata diretora de fotografia
Clima
Previsão de chuva com ventos assusta