Menu
Busca quarta, 20 de fevereiro de 2019
(67) 99647-9098
Saúde

Mandetta firma compromisso para prevenção da gravidez na adolescência

Outros três ministros também se comprometeram e assinaram carta de compromisso

08 fevereiro 2019 - 16h36Da redação com informações da assessoria

A partir de agora ações de prevenção da gravidez na adolescência estarão previstas em agenda intersetorial, envolvendo conjuntamente a participação de quatro ministérios. A nova medida, que deverá ser implementada até 2022, está garantida em carta compromisso assinada pelos Ministérios da Saúde; da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; Ministério da Cidadania; e da Educação. O anúncio, que ocorreu nesta sexta-feira (08), em Brasília, marca a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência (01 a 08 de fevereiro), instituída por meio da Lei 13.798, de 3 de janeiro de 2019.

Durante a assinatura do documento, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, destacou a importância do compromisso. “O Grupo de Trabalho será interministerial e passa por sua agenda o acompanhamento, monitoramento e propositura de todas as ações e consolidações dos dados relacionados ao tema. Os ministérios precisam trabalhar com os mesmos números, mesmas situações e seus desdobramentos”, destacou o ministro. Ele explicou que, a cada ano perdido da grade escolar, aumenta a mortalidade infantil. “A evasão escolar é problema também da saúde pública. Assim como a gravidez na adolescência, que aumenta o índice de partos prematuros”, destacou o ministro da Saúde.

Assinada pelos ministros Luiz Henrique Mandetta (Saúde), Damares Regina Alves (Mulher, da Família, e dos Direitos Humanos), Ricardo Vélez Rodríguez (Educação) e Osmar Gasparini Terra (Cidadania), representado pelo secretário Especial de Desenvolvimento Social, Welington Coimbra, a Carta prevê uma agenda de trabalho conjunta, articulada e permanente envolvendo as quatro pastas. Diferentes setores da sociedade e gestores públicos serão convidados a participar da agenda para a construção de estratégias prioritárias, a serem avaliadas e atualizadas anualmente durante a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência.

A ministra da Mulher, da Família, e dos Direitos Humanos, Damares Regina Alves, também destacou que o tema da gravidez na adolescência será tratado de forma transversal aos ministérios das diferentes pastas. “Estamos trabalhando dentro do que é possível. O Governo Bolsonaro está muito envolvido no cuidado às crianças e adolescentes”, afirmou a ministra Damares. O ministro da Educação, Ricardo Rodríguez, também reforçou o compromisso do governo com o tema. “É uma satisfação como ministro participar desse momento. Esse ato mostra o compromisso do governo com as crianças e os adolescentes”.

Para o secretário especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Welington Coimbra, “o tema envolve, não só a questão do direito de engravidar quando quiser, mas também de não engravidar na adolescência. A abordagem também se estende à paternidade não desejada”, disse.

Entre os objetivos da Carta Compromisso estão promover apoio profissional qualificado em prevenção à gravidez na adolescência; ampliar e qualificar o acesso da população adolescente aos serviços de Atenção Básica; fomentar ações educativas voltadas para adolescentes, famílias, sociedade civil e toda a comunidade; disseminar informações sobre o cenário brasileiro da gravidez na adolescência; e incentivar pesquisas científicas sobre os efeitos da gravidez na adolescência e avaliações que gerem evidências de melhores práticas para subsidiar o aperfeiçoamento das ações públicas sobre esse tema.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Confira a escala médica desta quarta-feira para as UPAS e CRS
Saúde
Vídeo: Marquinhos faz um "raio X" da saúde na capital
Saúde
Prefeitura convoca 130 médicos na capital
Saúde
Nesta terça-feira, três UPAs têm plantão pediátrico na cidade
Saúde
Jardim recebe a "Carreta da Saúde" nesta quarta-feira
Política
Audiência debate atendimento em horário estendido em UBS's
Saúde
Nesta segunda, duas UPAs têm atendimento completo na capital
Saúde
Ministério da Saúde alerta para vacinação contra HPV em adolescentes
Saúde
Câncer de ovário tem sintomas discretos e pode evoluir rapidamente
Saúde
Fim do horário de verão pede alguns cuidados com a saúde

Mais Lidas

Geral
Imagens fortes: Mulher perde 80% do lábio inferior após ser mordida em briga
Polícia
No centro, homem tenta fotografar partes íntimas de mulher
Polícia
Mulher é espancada após negar manter relações sexuais com marido
Polícia
Em briga na cela, presidiário fura olho de outro