InternacionalProtesto acaba em 378 presos em ParisMais de 30 menores estão entre os detidos conforme a promotoria de Paris
Da redação com Agência EFEsegunda, 3 de dezembro de 2018 - 12:05

Após a violência registrada durante o protesto dos “coletes amarelos” que ocorreu no sábado (1º) na região central da capital francesa, 378 pessoas foram presas. O alto número de detidos obrigou as autoridades locais a distribuí-los por delegacias da região metropolitana. O promotor de Paris, Rémy Heitz, afirmou nesta segunda-feira (3) que todos permanecem presos.

“Entre os detidos há uma certa variedade de perfis, mas temos muitos homens com idades 30 e 40 anos, que vieram de províncias próximas para participar de atos de violência, embora aleguem ser do movimento dos ‘coletes amarelos'”, disse Heitz.

As informações da Agência EFE, constam que,  há 33 menores de idade entre os detidos pela Polícia de Paris no sábado (1º). O promotor Heitz afirmou que esses jovens também não tinham ligação com o protesto.

O número de juízes para atender os casos triplicou. A Polícia de Paris precisou distribuir os presos entre as delegacias da capital e da região metropolitana devido ao grande número de detidos.

A maior parte deles, segundo o promotor, será acusada por violência contra autoridade pública, degradação de via pública, agrupamento com objetivos violentos ou por porte de armas.

Heitz explicou que os presos podem penar penas de três a sete anos de prisão caso sejam condenados.
Além disso, a Justiça abriu investigações para averiguar casos mais graves, mas Heinz não quis dar mais detalhes.

 

Deixe seu comentário

Leia Também

iptu - dezembro