Menu
Busca segunda, 17 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Agronegócio

Tereza busca solução para problemas dos produtores do nordeste

A ministra aposta no exemplo de Israel, com tecnologia de dessalinização e reuso de água

07 fevereiro 2019 - 17h17Da redação

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, se reuniu na quarta-feira (6) com o presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária (CNA), João Martins e com o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, para discutir medidas para uso racional da água e tecnologias para a produção agropecuária no semiárido.

Israel é referencia em tecnologia de dessalinização, reuso de água para abastecimento e consumo da população e em agricultura irrigada. Nesse contexto, a idéia é agregar conhecimento, pesquisa e tecnologias produzidas no Brasil e em Israel por meio de um grupo de trabalho que será criado para buscar as melhores soluções aos produtores.

João Martins disse que a CNA tem um projeto com o Ministério da Agricultura para o desenvolvimento do Nordeste. “O desenvolvimento passa, principalmente, por melhorar o abastecimento de água e por levar tecnologia ao pequeno produtor. E o embaixador de Israel colocou à nossa disposição a mais recente tecnologia para proporcionar água a quem não tem água nem para beber”, disse João Martins.

Ao propor a criação de um grupo de trabalho para discutir propostas para desenvolver a produção do semiárido nordestino, o embaixador afirmou que as tecnologias produzidas por Israel de irrigação e uso da água podem ajudar no crescimento do agro brasileiro.

O diretor-geral do Senar, Daniel Carrara, informou que uma das ações do grupo será levar produtores e técnicos para conhecer as tecnologias que podem ser integradas pelos dois países para ajudar no desenvolvimento do Nordeste e gerar rentabilidade ao produtor rural do semiárido. De acordo com Carrara, o encontro entre a ministra e o embaixador foi um importante passo para “institucionalizar a parceria”.

Também participaram do encontro os presidentes das Federações de Agricultura e Pecuária do Amazonas (Faea), Muni Lourenço; da Paraíba (Faepa), Mário Borba; de Pernambuco (Faepe), Pio Guerra; do Rio de Janeiro (Faerj), Rodolfo Tavares; o deputado Arthur Maia (DEM-BA), além de superintendentes e consultores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agronegócio
Conab já projeta que MS deve ter maior safrinha de milho da história
Agronegócio
Longen parabeniza Tereza Cristina após China retomar importação da carne
Agronegócio
Agro MS: 38% das contratações são de pessoas com menos de 30 anos
Agronegócio
Reinaldo visa potencializar o escoamento da safra do MS
Agronegócio
Com queda da produção do leite em MS, evento discute recuperação
Agronegócio
Aprosoja/MS atualiza dados do milho safrinha na quinta-feira
Agronegócio
Tereza quer política agrícola definida, no Brasil
Agronegócio
Em agosto, o Megaleilão Nelore CFM venderá 1.000 touros Nelore CEIP
Agronegócio
Em Ponta Porã, Tereza Cristina destaca o agro nacional e estadual
Agronegócio
Peste suína na China pode abrir mercado para MS

Mais Lidas

Opinião
De dois erros não se faz um acerto
Polícia
Jovem é morta a tiros em Ponta Porã e corpo é encontrado em estrada
Geral
Após bater em rotatória, universitário capota veículo em Ponta Porã
Economia
Após Bolsonaro falar em demissão do presidente do BNDES, diretor renuncia