Menu
Busca terça, 22 de junho de 2021
(67) 99647-9098
Senar - junho21
Agronegócio

Reinaldo pede celeridade em regularização fundiária à Tereza Cristina

Na oportunidade, o governador discutiu diversas pautas da agropecuária com a ministra

26 janeiro 2019 - 10h48Da redação com informações da assessoria

O governador Reinaldo Azambuja se reuniu na sexta-feira (25) com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, Tereza Cristina, para pedir apoio e celeridade nos processos de regularização fundiária em Mato Grosso do Sul. Segundo ele, a ação conjunta dos governos estadual e federal vai beneficiar cerca de 50 mil assentados em Mato Grosso do Sul.

No encontro, Reinaldo Azambuja classificou a medida como primordial para o desenvolvimento da agricultura familiar. “Precisamos urgentemente dessa regularização. Temos inúmeros assentamentos, antiquíssimos, de mais de 20 anos, que não têm títulos definitivos. Isso gera problemas ao pequeno produtor. Queremos que eles sejam donos de direito dos lotes, com documento”, afirmou.

Diversas pautas da agropecuária foram debatidas com a ministra. Entre elas a união de esforços para tornar Mato Grosso do Sul área livre de febre aftosa sem vacinação. “Para isso temos etapas do governo federal e do Governo do Estado que devem ser cumpridas”, disse, dando como exemplo o aumento do número de veterinários nos postos de fiscalização como metas a serem cumpridas.

Desenvolvido pelo Governo de Mato Grosso do Sul, o programa "Resenha Virtual de Equídeos", para identificação e trânsito de animais, teve a implementação discutida no Ministério. “Já fizemos testes com esse aplicativo e funcionou bem. Agora queremos implementar com aval do governo federal. É um programa inovador de MS que poder servir para todo o Brasil”, destacou o governador.

Com a ministra Tereza Cristina, Reinaldo Azambuja ainda tratou da construção de 10 estações meteorológicas em MS. “Já construímos várias estações ao longo desses anos e se implantarmos mais 10 vamos cobrir todo o estado. Isso tem um custo, em torno de R$ 3 milhões, e estamos pleiteando recursos no Ministério da Agricultura, pois ajuda o setor produtivo”, disse o governador.

Senar - square junho21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agronegócio
Em doze meses, preço pago pelo litro do leite ao produtor de MS aumenta 28%
Agronegócio
AO VIVO - Acompanhe a agenda de Bolsonaro em MS
Agronegócio
Exportações crescem e MS acumula US$ 1,213 bi em balança comercial

Mais Lidas

Geral
Foi convocado? Agehab divulga lista de beneficiários para ocupação de imóveis
Polícia
Menina de 11 anos era estuprada pelo pai no trajeto da igreja
Polícia
Bandido morre após tentar assaltar policial
Geral
Morta pelo marido, Lindinalva era professora e deixa dois filhos