Menu
Busca sexta, 28 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Cidade

Procon-CG fiscaliza lojas e duas não usam laço de atendimento a austista

Apenas as lojas Etna e Renner no Shopping Norte Sul não possuíam o laço identificador na placa de prioridade

20 janeiro 2020 - 10h31Priscilla Porangaba, com informações da assessoria

O Procon Campo Grande começou as fiscalizações do atendimento prioritário de pessoas com Transtorno Espectro Autista (TEA), nos estabelecimentos da capital sul-mato-grossense.

As primeiras fiscalizações aconteceram nos shoppings da capital, e o que chamou a atenção dos fiscais foi o número de lojas autuadas. Apenas as lojas Etna e Renner no Shopping Norte Sul não possuíam o laço identificador na placa de prioridade. As lojas receberam auto de infração e terão um prazo para prestar esclarecimentos.

O símbolo a ser inserido nas placas de atendimento prioritário refere-se ao constante no anexo único da presente Lei, o qual é representado por uma fita feita de peças de quebra-cabeças coloridas, que representa o mistério e a complexidade desta patologia.

Durante reunião realizada na sede do órgão no dia 9 de outubro do ano passado, ficou acordado entre o Procon e representantes comerciais, que, o prazo para ações orientativas e educativas sobre a problemática seria até o dia 31 de dezembro.

Após a data, seriam implementadas ações fiscalizatórias passíveis de aos estabelecimentos que descumprirem a Lei Municipal 5.917/17 e demais dispositivos que firam o Código de Defesa do Consumidor (CDC) e outras Leis que tratam de atendimento prioritário.

A Lei prevê o uso do laço identificador do TEA nas placas direcionadas aos atendimentos prioritários.

O subsecretário Valdir Custódio apresentou um modelo inédito de placa de atendimento preferencial, contendo todas as prioridades, condensando em um só material todo aspecto legislativo relacionado à questão da preferência de atendimento. “Eu não vou multar antes que todos tenham o conhecimento da Lei e a importância do atendimento prioritário”, comentou Valdir.

O descumprimento do uso da placa pode acarretar uma multa fixada em R$ 800,00, com acréscimo de 50% em caso de reincidência.

 

 

Jacarezão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Estacionamento do Shopping Campo Grande é autuado por irregularidades
Cidade
Prefeitura inicia ações no trânsito para defender a fauna silvestre
Cidade
"Carnaval 2020 foi o melhor da capital, saldo positivo", disse Valério
Cidade
Vídeo mostra briga que pode ter sido durante Carnaval na capital
Cidade
Confira a programação do último dia de carnaval na capital
Cidade
Confira quais serviços funcionam nesta terça-feira de Carnaval
Cidade
Passarela do samba está pronta para o primeiro dia de desfile
Cidade
Folia na capital vai de "Carnaventura" à "Carnarock"; Confira
Cidade
CDL CG auxilará lojistas que tiveram lojas destruídas durante carnaval
Cidade
“Tranquilo e sem incidentes”, Guarda divulga balanço do segundo dia de folia

Mais Lidas

Cidade
Estacionamento do Shopping Campo Grande é autuado por irregularidades
Geral
Vídeo - Professor cai no chão após tentar dar aula bêbado
Geral
Governo pagará salários de servidores no sábado
Esportes
Águia Negra se mantém líder no campeonato sul-mato-grossense