Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Clima

Com altas temperaturas Campo Grande bate recorde entre as capitais brasileiras

Meteorologista afirma que sistema de alta pressão influencia na temperatura e na escassez de chuva

28 janeiro 2019 - 15h54Mauro Silva

Nos últimos dias Mato Grosso do Sul tem registrado altas temperaturas neste verão e, para se ter uma idéia Campo Grande foi a capital mais quente de todo o país ao registrar 37,5°C e sensação térmica de 43°C na última quarta-feira (23). Conforme meteorologistas, as altas acontecem devido ao sistema de alta pressão nos médios níveis da atmosfera do nosso estado, o que aumenta as temperaturas. De acordo com a coordenadora do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima – Semagro (CEMTEC/MS), Franciane Rodrigues, este fenômeno dificulta as formações das chuvas generalizadas.

Franciane aponta que, em janeiro do ano passado, de 28 municípios monitorados pelo CEMTEC dez chegaram a superar a média histórica do mesmo período de 2017. “Houve chuvas bem distribuídas em todas as regiões com as temperaturas mantendo dentro da média. Este mês a situação segue bem diferente. O sistema de alta pressão que predominaram todo o estado praticamente reduziu o potencial das chuvas”, aponta a meteorologista.

A especialista afirma que o sistema de alta pressão não é comum nessa época do ano e dificulta a formação das chuvas no Mato Grosso do Sul. “Atrelado as altas temperaturas, ocorrem chuvas localizadas que rompem o bloqueio e provocam chuvas localmente fortes, raios e até granizo”, alertou.

Moradores da capital sentem na pele a falta de chuva e reclamam do calor

Este ano apenas Nova Andradina está acima da media com até 60% do esperado para o mês nos municípios. Conforme a coordenadora do CEMTEC/MS a estimativa é que o tempo mude a partir do domingo (27), pois existe a possibilidade de  chuva forte em pontos isolados na região pantaneira. E na segunda-feira (28) segue com possibilidade de chuva para todas as áreas, porém na terça (29) o clima volta a ficar quente, seco e elevadas temperaturas.

O mototaxista, Maicol Spohr da Silva, 35 anos, que trabalha nas ruas de Campo Grande, afirma que não é fácil enfrentar os dias quentes que assolam a capital nas últimas semanas. “A cada dia o calor aumenta e as chuvas somem. Como eu trabalho o dia todo na rua uso protetor solar fator 50, pois tenho uma pele muito clara”, disse.

Maicol disse que também toma muita água para evitar a desidratação, já que perde muito líquido durante a jornada intensa de trabalho sob o sol.

Durante o fim de semana, as temperaturas deram uma amenizada, mas voltam a subir a partir desta segunda-feira (28). De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os termômetros podem marcar até 34°C, na quinta-feira (31).

Roberto Carlos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Clima
Temperaturas sobem e máxima é de 33ºC na capital
Clima
Domingo de sol e umidade do ar em alerta
Clima
Sábado de sol em Campo Grande
Clima
Fim de semana será ensolarado em Mato Grosso do Sul
Clima
Dia começa claro e fica nublado na capital, segundo Inmet
Clima
Capital terá céu claro com períodos parcialmente nublado
Clima
Terça-feira terá névoa seca com mínima de 16ºC na capital
Clima
Temperaturas caem e máxima é de 25ºC na capital, diz Inmet
Clima
Temperaturas tendem a cair durante a semana na capital
Clima
Inmet alerta para baixar umidade do ar de 40%

Mais Lidas

Polícia
Acidente na BR-262 mata dois em Rio Pardo
Polícia
Homem é executado por pistoleiros em conveniência
Polícia
Jovem morre em acidente e suspeito foge do local
Polícia
Idosa é encontrada morta dentro de casa