Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021
(67) 99647-9098
Governo - Feminicidio
Clima

Com altas temperaturas Campo Grande bate recorde entre as capitais brasileiras

Meteorologista afirma que sistema de alta pressão influencia na temperatura e na escassez de chuva

28 janeiro 2019 - 15h54Mauro Silva

Nos últimos dias Mato Grosso do Sul tem registrado altas temperaturas neste verão e, para se ter uma idéia Campo Grande foi a capital mais quente de todo o país ao registrar 37,5°C e sensação térmica de 43°C na última quarta-feira (23). Conforme meteorologistas, as altas acontecem devido ao sistema de alta pressão nos médios níveis da atmosfera do nosso estado, o que aumenta as temperaturas. De acordo com a coordenadora do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima – Semagro (CEMTEC/MS), Franciane Rodrigues, este fenômeno dificulta as formações das chuvas generalizadas.

Franciane aponta que, em janeiro do ano passado, de 28 municípios monitorados pelo CEMTEC dez chegaram a superar a média histórica do mesmo período de 2017. “Houve chuvas bem distribuídas em todas as regiões com as temperaturas mantendo dentro da média. Este mês a situação segue bem diferente. O sistema de alta pressão que predominaram todo o estado praticamente reduziu o potencial das chuvas”, aponta a meteorologista.

A especialista afirma que o sistema de alta pressão não é comum nessa época do ano e dificulta a formação das chuvas no Mato Grosso do Sul. “Atrelado as altas temperaturas, ocorrem chuvas localizadas que rompem o bloqueio e provocam chuvas localmente fortes, raios e até granizo”, alertou.

Moradores da capital sentem na pele a falta de chuva e reclamam do calor

Este ano apenas Nova Andradina está acima da media com até 60% do esperado para o mês nos municípios. Conforme a coordenadora do CEMTEC/MS a estimativa é que o tempo mude a partir do domingo (27), pois existe a possibilidade de  chuva forte em pontos isolados na região pantaneira. E na segunda-feira (28) segue com possibilidade de chuva para todas as áreas, porém na terça (29) o clima volta a ficar quente, seco e elevadas temperaturas.

O mototaxista, Maicol Spohr da Silva, 35 anos, que trabalha nas ruas de Campo Grande, afirma que não é fácil enfrentar os dias quentes que assolam a capital nas últimas semanas. “A cada dia o calor aumenta e as chuvas somem. Como eu trabalho o dia todo na rua uso protetor solar fator 50, pois tenho uma pele muito clara”, disse.

Maicol disse que também toma muita água para evitar a desidratação, já que perde muito líquido durante a jornada intensa de trabalho sob o sol.

Durante o fim de semana, as temperaturas deram uma amenizada, mas voltam a subir a partir desta segunda-feira (28). De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os termômetros podem marcar até 34°C, na quinta-feira (31).

Senar - square junho21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Clima
Defesa Civil alerta para potencial vendaval e descargas elétricas
Clima
Meteorologia prevê dia de sol e sensação de calor em MS
Clima
Inverno começou, mas temperaturas voltam a subir
Clima
Inverno deve ter pouca chuva e temperaturas mais altas, aponta meteorologia
Clima
Último dia do outono será com 'friozinho' e sol em MS
Clima
Sábado será de tempo firme em Mato Grosso do Sul
Clima
Temperaturas continuam amenas durante fim de semana
Clima
Outono se despede com temperaturas mais amenas
Clima
MS pode ter chuvisco durante o dia em algumas regiões
Clima
Madrugada fria e dia quente, MS terá terça-feira com temperaturas em elevação

Mais Lidas

Polícia
Mãe confessa que matou bebê de 5 meses afogada, em Campo Grande
Polícia
Bebê de 5 meses foi morta afogada, porque mãe drogada queria tirar 'chip da besta'
Polícia
Bebê de 5 meses morre após suspeitas de violência sexual, em Campo Grande
Polícia
Com câncer em estado avançado, idoso comete suicídio na varanda de casa