Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Cultura

'A Serpente', de Nelson Rodrigues, será encenada hoje no Aracy

12 agosto 2012 - 08h57Divulgação

A Associação Cultural Oficina de Interpretação Teatral (OFIT), em parceria com a Fundação de Cultura do governo de Mato Grosso do Sul, apresenta neste domingo (12), às 20 horas, no Teatro Aracy Balabanian, do Centro Cultural José Octávio Guizzo, o espetáculo teatral “A Serpente”. A obra de Nelson Rodrigues tem duração aproximada de 60 minutos e classificação de 14 anos.

A peça é uma tragédia carioca e o último texto do dramaturgo Nelson Rodrigues. Um triângulo amoroso formado pelas irmãs Ligia, Guida e seu marido. Cúmplices e muito íntimas, casaram-se no mesmo dia, na mesma igreja e com o mesmo padre. Uma relação de intimidade ingênua, misteriosa e perigosa. Lígia é sexualmente infeliz. Ainda virgem depois de quase um ano de casada, desfaz seu relacionamento e pensa em morrer. Para ajudar a irmã, Guida sugere a Lígia passar uma noite com seu marido. A partir daí é delineado um triângulo amoroso capaz de alcançar todos os extremos.

O projeto “Ofit Em Cena - 100 Anos Nelson Rodrigues" foi contemplado pelo Prêmio Myriam Muniz De Teatro da Funarte – 2011.

Obra
Nelson Rodrigues é figura central não só do teatro brasileiro, mas da cultura também. Sua influência vai além de seu repertório de peças. Elas, de forma direta ou indireta, revelam praticamente todos os temas e características desse radical pensador da brasilidade.

O estilo do grupo se afina com a poética do autor. É no uso da palavra como retomada do valor estético para cena que o grupo encontra apoio decisivo na montagem da peça, respondendo as questões da brasilidade encontradas nos textos de Nelson.

"A Serpente" é um texto extremamente atual porque fala de hipocrisia e de tantos outros males do homem contemporâneo. Os personagens são absolutamente solitários - questão muito presente nos dias de hoje.

A peça tem Aline Duenha (Lígia), Luciana Kreutzer (Guida), Emmanuel Mayer (Décio), Bruno Moser (Paulo) e Natali Allas (Crioula Das Ventas Triunfais) no elenco. A direção é de Nill Amaral, desenho de luz de Gil Esper e Catarina Guerchi, cenografia de Mayra Espíndola, figurino, adereço e maquiagem de Anderson Bosch.

Serviço
O ingresso terá o valor de R$ 10,00 (inteira) ou R$ 5,00 (meia). A meia-entrada é valida para estudantes, doadores de sangue, e idosos (acima de 60 anos), com a apresentação de seu respectivo comprovante.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3317-1795 ou no Centro Cultural José Octávio Guizzo, que fica localizado na Rua 26 de Agosto, 453, entre as ruas Calógeras e a 14 de Julho.

Via Notícias MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Acontece hoje a 1ª Parada online da Cidadania e do Orgulho LGBTQIA+/MS
Cultura
Feira Central “ressuscita” apresentações musicais nesta quinta
Cultura
Júlio Cocielo se tornou réu na Justiça de São Paulo sob acusação de racismo
Cultura
"Posso ver meus filhos novamente" diz Wesley Safadão após resultado negativo do exame da covid-19
Cultura
Toots Hibbert, a lenda do reggae, morre aos 77 anos na Jamaica
Cultura
Lives: Maiara e Maraísa e Marcos e Belutti agitam esta sexta
Cultura
DJ Danilo Bachega comemora 25 anos de carreira com remix de Lulu Santos
Cultura
Jads e Jadson fazem live hoje
Cultura
Autocine deste domingo tem atração para criançada e com “A raposa má”
Cultura
Carnaval de Corumbá entra para o calendário oficial de MS

Mais Lidas

Geral
Antecipação do INSS poderá ser pedida sem limitação de distância
Polícia
Mais duas vítimas registraram boletim contra médico ginecologista
Política
AO VIVO: O que Márcio Fernandes quer fazer por Campo Grande?
Economia
Comércio da fronteira com Paraguai segue fechado