Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Cultura

Ator brasileiro de 'Game of Thrones' diz que só assiste às próprias cenas

19 maio 2014 - 11h31Via G1
Quem assiste aos episódios da quarta temporada de "Game of Thrones" em um canal de TV a cabo norte-americano não imagina que um dos rostos da série é de um brasileiro, nascido em Ribeirão Preto (SP). No ar desde a primeira temporada, Lino Schmidek Facioli conta que se mudou para o Reino Unido quando tinha quatros anos de idade. Atualmente, com 13, tem um papel de destaque no seriado, mas revela que só assiste às cenas em que atua. A orientação foi feita pelos pais, por se tratar de uma série imprópria para a idade do jovem - a indicação é para maiores de 18 anos. "Acabo descobrindo o que acontece pela minha família e meus amigos."

Facioli interpreta o adolescente problemático Robin Arryn, herdeiro de uma família nobre, e também acabou participando de um dos muitos episódios polêmicos de "Game of Thrones". Na cena, o personagem vivido por ele mama no seio da mãe, Lysa Arryn, interpretada pela atriz Kate Dickie. O jovem ator revela, no entanto, que foi usada uma prótese nas gravações.

"Acho que o que causa mais problema é o ponto de vista das pessoas sobre o contexto. Quando as pessoas enxergam tudo de forma sexualizada, enxergam incesto e um menino fazendo coisas avançadas para a idade, e não um menino que está mamando. Mesmo que mãe e filho sejam meio louquinhos, não existe malícia na relação", comentou.

O adolescente conta que sempre faz a leitura antecipada dos roteiros com outros integrantes da série e, às vezes, chega a realizar um breve ensaio antes da gravação. Ele diz ainda que não pode tomar muito sol e ganha um reforço da maquiagem para ficar com aparência apática. “Eu não tinha noção de que seria uma produção desse nível, mas acho que, pelo fato de ter entrado desde a primeira temporada, já me senti parte do time e todos sempre foram muito legais."

Maturidade

Facioli conta ainda que apesar do sucesso da série, só assiste às cenas em que atua. São os pais que o orientam nesse sentido porque, mesmo confiando na maturidade do jovem, preferem acatar a indicação etária do seriado. A mãe, Claudia Schmidek, diz que o adolescente sempre foi muito responsável, característica fundamental para que fosse escolhido para a série aos 11 anos de idade, mas prefere respeitar o desenvolvimento do filho.

"Não vemos necessidade de bombardeá-lo com filmes, séries de tv, etc., impróprios para ele, sendo que existem tantos outros que são adequados e bacanas também. Não vemos porquê acelerar o processo. Claro que, de tempos em tempos, essas decisões têm que ser revistas, então estamos renegociando a questão", diz.

Raízes brasileiras
Por ser muito jovem quando se mudou para a Europa, Facioli diz que tem poucas recordações da infância em Ribeirão Preto, onde nasceu, e não se lembra de ter sofrido com a adaptação ao novo país, apesar da drástica mudança climática. "Eu gostava de brincar com as outras crianças, escalar árvores, pular na piscina, essas coisas", afirma o ator, que retornou ao Brasil para gravar o longa "O menino do espelho", que será lançado em junho. "Estou sempre de passagem pela minha terra natal e me sinto muito à vontade."

Carreira
O primeiro trabalho profissional como ator aconteceu em 2010, quando participou do curta-metragem britânico "Awfully Deep", escrito e dirigido pelo brasileiro Daniel Florêncio, que mora em Londres e é amigo dos pais de Facioli. No mesmo ano, ainda integrou o elenco de "O pior trabalho do mundo", atuando como filho do ator inglês Russel Brand. O talento para a interpretação, porém, surgiu muito antes.

"Na escola primária, uma professora ficou um pouco preocupada e conversou com a minha mãe, porque eu fiquei chorando quando alguém matou o meu cachorro imaginário. Sempre fui meio dramático, no sentido de gostar de vivenciar as emoções", relembra o jovem, afirmando que foi matriculado pelos pais na escola de teatro aos sete anos.

Em junho, Facioli estreia nas telas dos cinemas nacionais, protagonizando o longa "O menino do espelho", em que viverá Fernando e Odnanref, seu reflexo, ao lado de nomes reconhecidos na teledramaturgia brasileira, como Mateus Solano e Regiane Alves. "Fiz um teste por skype e, em seguida, me chamaram para um teste no Brasil. Quando eu vi, já estávamos filmando. Foi uma experiência muito boa e estou super ansioso para a estreia."
Rota do Pantanal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Acontece hoje a 1ª Parada online da Cidadania e do Orgulho LGBTQIA+/MS
Cultura
Feira Central “ressuscita” apresentações musicais nesta quinta
Cultura
Júlio Cocielo se tornou réu na Justiça de São Paulo sob acusação de racismo
Cultura
"Posso ver meus filhos novamente" diz Wesley Safadão após resultado negativo do exame da covid-19
Cultura
Toots Hibbert, a lenda do reggae, morre aos 77 anos na Jamaica
Cultura
Lives: Maiara e Maraísa e Marcos e Belutti agitam esta sexta
Cultura
DJ Danilo Bachega comemora 25 anos de carreira com remix de Lulu Santos
Cultura
Jads e Jadson fazem live hoje
Cultura
Autocine deste domingo tem atração para criançada e com “A raposa má”
Cultura
Carnaval de Corumbá entra para o calendário oficial de MS

Mais Lidas

Polícia
Operação manda mais 580 pessoas pra casa após toque de recolher
Educação
Audiência pública aponta que não há condições para volta às aulas na Capital
Polícia
Idoso é encontrado morto em valeta
Geral
Governo da início ao processo de licitação para restauração do Centro Cultural José Octávio Guizzo