Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Aguas - super banner
Cultura

Com Cauã e Isis Valverde, 'Amores Roubados' é planejada há décadas

02 janeiro 2014 - 09h37Via Terra
A complexa relação entre traição, culpa e paixões proibidas sempre alimentou clássicos da literatura e despertou a curiosidade popular. E é exatamente na junção desses temas que nasce Amores Roubados, minissérie que a TV Globo estreia na próxima segunda-feira (06) em sua programação.

Baseada no romance A Emparedada da Rua Nova, do pernambucano Carneiro Vilela, a história gira em torno de Leandro (Cauã Reymond), uma espécie de "Casanova do sertão". Publicado originalmente entre 1909 e 1912, no Jornal Pequeno, do Recife, o texto chegou às mãos do roteirista George Moura – que também assinou O Canto da Sereia (2013) - na década de 1980.

Empolgado com a ideia de fazer uma adaptação para a TV, ele chegou a apresentar a história ao diretor José Luiz Villamarim quando trabalharam juntos em Rei do Gado, de 1996. Mas só agora, 18 anos depois, a dupla conseguiu concretizar o projeto.

"Entre um compromisso e outro de trabalho, fomos dissecando A Emparedada, como se fosse um longo ritual de preparação até que viesse a se transubstanciar na minissérie", explica Moura.

Na história, depois de deixar a fictícia cidade de Sertão para ir a São Paulo, Leandro retorna à cidade natal como um sommelier sofisticado. Bom de lábia, conquista as amigas Celeste e Isabel, vividas por Dira Paes e Patrícia Pillar. Até conhecer Antônia, filha de Isabel e Jaime (Murilo Benício), o maior produtor de vinho da região.

Os dois, então, se apaixonam verdadeiramente, mas se envolvem em uma trama de ciúme e vingança. Na obra original, uma jovem burguesa, grávida do namorado, é emparedada viva, em seu próprio quarto, a mando de seu pai. "É um trabalho do qual me orgulho muito. Leandro é um homem viril, mas também tem um lado forte obscuro, o que me cativou no personagem", exalta Cauã.

Para produzir os dez capítulos da minissérie, elenco e equipe viajaram para Petrolina (PE) e Paulo Afonso (BA), onde a maior parte das cenas foram captadas. As locações, escolhidas através de uma pesquisa iconográfica, ajudaram os atores a compreenderem melhor o universo de seus personagens. Mas gravações externas costumam ser bem mais trabalhosas do que em estúdio. Além de lidar com o forte calor, o elenco precisou ter jogo de cintura com a legião de fãs e curiosos que pararam para ver o que estava acontecendo nas locações.

"As pessoas ficavam na porta do nosso hotel e, enquanto a gente não aparecia, não sossegavam. Chegavam 6 horas da manhã e iam embora às 21h. Gritavam. Foi uma loucura!", recorda Isis Valverde, que, apesar do assédio, não se deixou intimidar e saiu às ruas, disfarçada, para conhecer o ambiente em que sua personagem foi inserida - e, como Antônia gosta de fotografar, a atriz resolveu tirar algumas fotos como laboratório. "Falava que ia fotografar para o jornal da cidade e todo mundo acreditava. Às vezes alguém me chamava, mas raramente isso acontecia", ela lembra.

Apesar de escalar nomes consagrados da televisão, como Osmar Prado, Patrícia Pillar, entre outros, a direção da atração optou por chamar também atores desconhecidos locais, do Nordeste. A ideia foi lançar novos rostos, para, assim, contribuir para a naturalidade da prosódia que permeia a minissérie.

"A mistura de atores consagrados com novos talentos, convivendo, fazendo laboratório e passando uma temporada de imersão no sertão gera uma maneira de interpretar mais realista, que eu chamo de interpretação documental", filosofa Villamarim.

A atração será exibida a partir da próxima segunda-feira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Acontece hoje a 1ª Parada online da Cidadania e do Orgulho LGBTQIA+/MS
Cultura
Feira Central “ressuscita” apresentações musicais nesta quinta
Cultura
Júlio Cocielo se tornou réu na Justiça de São Paulo sob acusação de racismo
Cultura
"Posso ver meus filhos novamente" diz Wesley Safadão após resultado negativo do exame da covid-19
Cultura
Toots Hibbert, a lenda do reggae, morre aos 77 anos na Jamaica
Cultura
Lives: Maiara e Maraísa e Marcos e Belutti agitam esta sexta
Cultura
DJ Danilo Bachega comemora 25 anos de carreira com remix de Lulu Santos
Cultura
Jads e Jadson fazem live hoje
Cultura
Autocine deste domingo tem atração para criançada e com “A raposa má”
Cultura
Carnaval de Corumbá entra para o calendário oficial de MS

Mais Lidas

Polícia
Mãe pede ajuda para encontrar filha sumida há 4 dias no Paulo Coelho Machado
Política
Capital já tem registro de 4 candidatos à prefeitura
Polícia
Homem é morto a facadas após afirmar que transaria com a esposa do amigo
Polícia
Homem é morto esfaqueado após briga generalizada