Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Cultura

Exposição 'A Impressão que Fica' é aberta nesta terça-feira

08 maio 2012 - 10h31Reprodução

Será inaugurada nesta terça-feira (8), às 19h30, a primeira exposição de 2012 na Galeria Wega Nery do Centro Cultural José Octávio Guizzo, intitulada “A Impressão que Fica”.

A coletiva reúne os trabalhos dos acadêmicos: Alice Hellman, Cícero Rodrigues, Cristiane Mascarenhas Costa, Eliana Gonçalves de Almeida, Jane Freitas, Larissa Capiberibe Nunes, Luiz Eduardo Ruiz, Lady’s, Mariana Marques Medeiros, Ong Pei Hun, Oryan Ottoni de Barros, Paula Poeit Sampedro, Ricardo Grassi, Sônia Vasconcellos, Vasco Paez Neto, Vera Zucarelli, William Menkes; desenvolvidos no atelier de gravura do curso de Artes Visuais da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Rafael Maldonado, curador da exposição, explica que “gravura é a linguagem artística em que através de uma matriz – linóleo, madeira, pedra ou metal - a imagem é gravada e depois impressa num suporte de papel, fornecendo, como carimbo, a reprodução de inúmeras cópias da mesma imagem”.

“A técnica exige precisão na maneira de gravar a matriz, uma vez que cada detalhe, cada área elaborada aparecerá de forma definitiva e invertida na cópia impressa. Uma complexidade que cria um ritmo próprio de trabalho, com sistematização nos gestos na hora de talhar a matriz e no ato de sua impressão”, explica Rafael.

“É essa a impressão que fica: a gravura é uma arte silenciosa, intimista, de pequenas dimensões, quase sempre monocromática. Contudo, com presença potente entre as linguagens da arte, utilizada pelos artistas que aproximam e atualizam a antiga técnica para o momento atual, renovando constantemente sua força estética entre conceitos e procedimentos da produção contemporânea”, finaliza o curador.

As exposições da Galeria Wega Nery têm a proposta de divulgar a produção artística contemporânea tanto local como de outros estados, dando visibilidade para artistas iniciantes ou consagrados, que desenvolvam trabalhos em harmonia com as linguagens atuais da arte.

A exposição permanece até 27 de maio. Mais informações podem ser obtidas no Centro Cultural José Octávio Guizzo, na rua 26 de Agosto, 453 ou pelo telefone 3317-1795.

Notícias MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Acontece hoje a 1ª Parada online da Cidadania e do Orgulho LGBTQIA+/MS
Cultura
Feira Central “ressuscita” apresentações musicais nesta quinta
Cultura
Júlio Cocielo se tornou réu na Justiça de São Paulo sob acusação de racismo
Cultura
"Posso ver meus filhos novamente" diz Wesley Safadão após resultado negativo do exame da covid-19
Cultura
Toots Hibbert, a lenda do reggae, morre aos 77 anos na Jamaica
Cultura
Lives: Maiara e Maraísa e Marcos e Belutti agitam esta sexta
Cultura
DJ Danilo Bachega comemora 25 anos de carreira com remix de Lulu Santos
Cultura
Jads e Jadson fazem live hoje
Cultura
Autocine deste domingo tem atração para criançada e com “A raposa má”
Cultura
Carnaval de Corumbá entra para o calendário oficial de MS

Mais Lidas

Geral
"O corpo é o de menos”, diz jovem no Dia Nacional da Luta PCD
Geral
“Só sintomas leves”, diz Reinaldo ao JD1
Internacional
Vídeo: Mulher dança reggaeton sobre caixão do namorado
Vídeos
Vídeo: Pedagoga leva soco durante abordagem policial racista